"GRAÇA E APOSTOLADO"

Sabia que o evangelho da graça não se pregava desde a morte de Paulo, até que apareceu Jesus Cristo Homem? Há dois evangelhos: O evangelho da circuncisão (a lei), e o evangelho da incircuncisão (a graça). Estes dois evangelhos não podem se mesclar, se o fizermos, produzem um curto circuito em nossas emoções reduzindo-nos a escravidão. O verdadeiro evangelho foi o de Paulo, a graça (Gálatas 2: 7). Não é que haja dois, mas um (a lei) se formou com os rudimentos da doutrina de Jesus antes da cruz, mas depois da cruz esse evangelho caducou; por isso Jesus disse aos discípulos: “Por caminho de gentios não vão,…” (Mateus 10: 5). Acusam-nos de só darmos validez as cartas de Paulo, e isso é incorreto, nós damos validez a toda a Bíblia, mas quando aplicamos a fé, nos valemos das 14 epístolas de Paulo já que ele foi o único que recebeu: “… a graça e o apostolado, para a obediência à fé em todas as nações por amor de seu nome;…” (Romanos 1: 5). Os apóstolos não entenderam isso por ter outro evangelho (a lei) que transtorna casas inteiras com ganhos desonestos (Tito 1: 10 ao 12). Por isso Jesus de Nazaré morreu para PREPARAR que este evangelho e a fé tiveram validez. Mas os apóstolos se encarregaram de tapar a boca de Paulo e o mataram (Atos 23: 12), porque ele nunca se envergonhou do evangelho da graça (Romanos 1: 16). Agora, o evangelho que Pedro pregava e os apóstolos, ainda hoje transtorna famílias inteiras, nesse caso, os sacerdotes violentam crianças, o próprio Vaticano cometeu milhões de crimes porque prega esse falso evangelho; são falsos irmãos (Gálatas 2: 4). A graça é o único evangelho de poder que nos salva do corpo corrupto (Filipenses 3: 21), nos faz feliz sem ter uma fé fingida (1ª Timóteo 1: 5) ou uma falsa ciência (1ª Timóteo 6: 20). E agora, só Jesus Cristo Homem, o Outro, dá seguimento ao evangelho de Paulo pregando suas epístolas (1ª a Coríntios 3: 10), ensinando-nos a servir a Deus com a mente (Romanos 7: 25). Paulo pensou nos hispânicos já que temos sofrido com o papado de Roma ao chegar a nossos povos e invadir com cruzes (símbolo de maldição) segundo Gálatas 3: 13, ver hoje uma igreja com uma cruz é símbolo de falsa ciência, de fé fingida e de corrupção. Paulo quis chegar à Espanha (Romanos 15: 24 e 29) e levaria a abundância da bênção do evangelho, mas não chegou, chegou Pedro com sua hipocrisia (Gálatas 2: 13). Pedro trouxe pobreza quando Paulo diz que já estamos enriquecidos (2ª Coríntios 8: 9). Declaramos que seus olhos são iluminados para saber que só Creciendo en Gracia extirpará a pobreza, a enfermidade, e o abuso sexual com as crianças. Apreciado Leitor: Jesus Cristo homem, Doutor José Luis De Jesús Miranda prega o evangelho da abundante bênção, ninguém mais. ABENÇOADOS.
publicado por brasileiro às 12:05