Incêndio destrói igreja do século XIX em Minas

Dores de Guanhães Incêndio destrói igreja do século XIX em Minas Daniel Antunes - Estado de Minas Andreia Soares/ Divulgação Os moradores da pequena cidade de Dores de Guanhães, no Vale do Rio Doce, a 214 quilômetros de Belo Horizonte, amanheceram assustados com o incêndio que destruiu, durante a madrugada desta terça-feira, uma igreja do século XIX no município. Interditada desde o maio do ano passado, a infraestrutura do imóvel, construído em 1860, estava comprometida. Teto e paredes vieram abaixo por causa das chamas. As causas do incêndio, que teve início numa das torres, ainda são desconhecidas. A igreja completaria 150 anos de construção em 2010 e tinha sido tombada pelo Patrimônio Histórico Municipal. Os líderes religiosos da região têm esperança de que pelo menos os dois sinos, instalados no ano da inauguração, e a pia batismal, feita de pedra sabão ainda estejam intactos debaixo dos escombros. Segundo moradores do lugar, o fogo começou por volta das 2h30 e em pouco menos de 20 minutos havia se alastrado por toda igreja, que ocupava uma área de 600 metros. Desde o ano passado, as celebrações eram realizadas no salão paroquial, ao lado da igreja. “Esse fogo destruiu a história, a memória da nossa cidade. Parece que alguém da nossa família morreu e o clima é de muita tristeza”, disse o aposentado Antônio João da Cunha, de 68 anos. Ainda segundo relatos de moradores da cidade, a igreja foi construída numa área doada por Dom João VI, quando esteve no Brasil, a algumas famílias que moravam na região e que eram devotas de Nossa Senhora das Dores. Equipes do Corpo de Bombeiros de Ipatinga estiveram na cidade e conseguiram debelar as chamas. A área no entorno da igreja, que fica na região central de Dores de Guanhães, foi toda isolada porque havia risco de novos desabamentos. “As pessoas acompanharam o trabalho do Corpo de Bombeiros com lágrimas nos olhos. Foi uma tragédia para a cidade. A igreja estava sendo restaurada e seria reinaugurada no ano vem”, disse emocionada a dona-de-casa Mildete Honorato, de 32 anos. Veja fotos do incêndio Veja o vídeo
publicado por brasileiro às 13:26