O Apostolado responde

Pergunta # 1 Olá, sou de El Paraíso, Honduras. Tenho ouvido sobre seu ministério, e tenho muitas consultas, mas hoje só vou lhes fazer uma: Para vocês, o que é aquilo que conhecemos como “pecado” (matar, roubar, violar, etc)? Quero que me respondam com citações bíblicas, por favor Resposta # 1 O Apostolado responde: Não há pecado, pois para isso Cristo morreu, para tirar o pecado que um dia nos separou de Deus, (Hebreus 9:26). O termo que o evangelho estabelece é: obras da carne, isto se encontra em Gálatas 5:19. Estas obras trazem consequências aqui na terra, mas não anulam a salvação de seu espírito; não se pode chamá-las de pecado, pois Cristo nos reconciliou consigo mesmos, e já não toma em conta aos homens os seus pecados (2ª aos Corintios 5:19). Esperamos tê-lo esclarecido. Cordialmente, O Apostolado -------------------------------------------------------------------------------- Pergunta # 2 Dúvidas: Estimados irmãos: Estou estudando a Bíblia, e me faço as seguintes perguntas: 1.- Onde está escrito na Bíblia que a Bíblia é a palavra de Deus? Sei que diz que toda palavra é inspirada por Deus, mas creio que há mais manuscritos que não estão na Bíblia. Por quê? 2.- Outra pergunta: Por quê falar mal ou ofender outras religiões, quando a Bíblia diz que, se vais dar tua oferta, e tens algum problema com teu próximo, nosso Senhor Jesus Cristo disse: - Faça a paz com teu irmão e depois dá a tua oferta? 3.- Jesus Cristo é Deus ou é Filho de Deus? Também sei que, em muitas partes da Bíblia, diz que o verbo é Deus, mas Ele diz na Bíblia que há um que é maior do que ele. Espero que me esclareçam todas estas dúvidas. Não em versículos, mas em palavras claras, porque se me dizem que em Atos diz... fico na mesma. Somente na primeira pergunta quero que me respondam conforme os capítulos e versículos e por escrito. Resposta # 2 O Apostolado responde: Começaremos recordando-lhe que é impossível responder sem evidências escritas, por isso procederemos a responder suas dúvidas com versos bíblicos. 1. Tudo o que Deus permitiu no cânon bíblico é Palavra de Deus; entretanto, é importante fazer e conhecer a diferença entre velho pacto e novo pacto. Por exemplo, atualmente, a lei de Moisés não é palavra de Deus, foi palavra de Deus, mas ao estabelecer-se um novo pacto, tiramos o primeiro e estabelecemos o último (Hebreus 10:9). É preciso dividir o evangelho da circuncisão, dado a Pedro e aos apóstolos, e o verdadeiro evangelho da incircuncisão, dado ao Apóstolo Paulo (Gálatas 2:7). Temos que separar ou dividir o que foi palavra de Deus, e o que é a palavra de Deus. 2. Está correto, andamos no fruto do Espírito, o qual contém Paz, (Gálatas 5:22); todavia, observando todo o conselho do evangelho. Assim também, o Apóstolo Paulo nos exorta em Tito 1:10, que aos mentirosos e enganadores da circuncisão, é preciso tapar-lhes a boca. Por esta causa, existe a reforma que Jesus Cristo homem, Dr. José Luis de Jesús Miranda ensina. Amamos a nosso próximo, mas nos foi encomendado anular e manifestar tudo que não vá em linha com o novo pacto, já que isso põe um véu em quem crê e lhe impede de reinar em vida. 3. Jesus de Nazaré era Deus. O que acontece é que, quando ele disse “meu Pai é maior que eu”, estava se referindo a que o que estava dentro dele era maior que o corpo que ele teve; que veio em semelhança de carne de pecado, (Romanos 8:3). Também é importante entender que ele se chamou o Filho de Deus, que significa “corpo de Deus”, porque tudo o que nasce de uma mulher é chamado “filho”; mas, por sua vez, o Espírito que morava nesse corpo chamado Jesus era Deus mesmo. É por isso que o Apóstolo Paulo conclui entre muitos versos, Romanos 9:5 dizendo que Cristo que veio segundo a carne, é Deus sobre todas as coisas, pelos séculos dos séculos. Esperamos ter te esclarecido e estamos à sua disposição para esclarecimento de futuras dúvidas bíblicas. É abençoado. Cordialmente, O Apostolado -------------------------------------------------------------------------------- Pergunta # 3 Estimados do Ministerio Creciendo en Gracia, são muito amáveis. Agradeço por suas respostas, são de grande ajuda e direção, porque ainda tenho muitas dúvidas. Alguns irmãos que pertencem a algumas ramificações pentecostais e batistas me dizem que alguns livros do Novo Testamento não deveriam estar. Inclusive, citam o pensamento de Lutero a respeito. Por exemplo, mencionam que não deveriam estar: a Carta de Tiago; o Evangelho segundo Lucas; Revelações; etc., e ao Evangelho segundo Mateus, teria que revisá-lo. Por isto, deduzo pelo que vocês dizem, que tampouco deveriam estar as cartas de Pedro, Tiago, João e Judas (Apóstolos-circuncisão) Teria que revisar, então, a Bíblia? Quando me dizem “gentio judaizado" ou "judaizante", o que significa? Respeito a essas pessoas pelo que lhes perguntei acerca de se são cristãos, e me entrou uma grande dúvida, porque eu os tinha como tais, exceto a igreja de Edir Macedo. Então, me surge outra dúvida: Há só uma igreja onde encontrar a verdade, ou posso ir a qualquer uma, (pentecostal; batista; presbiteriana; episcopal; etc.? Se vocês souberem, poderiam me explicar? Por quê os católicos crêem que Maria foi e é virgem, que sentido ou valor isso tem? Outra de minhas dúvidas surgiu de uma conversação com um Testemunha de Jeová. Ele me disse que Jesus “não era Deus”, mas um Anjo, que no livro das Revelações é chamado Miguel. E isso da Trindade? Encontrei irmãos protestantes, em geral, que creem, e outros que não estão seguros. Pior são os Mórmons que me dizem que são 3 deuses. (Como não ter dúvidas com tantas interpretações?) Bem, não os incomodo com mais perguntas. Agradecendo-lhes de antemão, lhes saúdo, graças, e faça-os ver a luz e a verdade. Resposta # 3 O Apostolado responde: Estimado abençoado, o autêntico evangelho do Senhor Jesus Cristo se encontra unicamente nas 14 epístolas do Apóstolo Paulo, isto é, isto é, de Romanos a Hebreus. A Biblia se compõe da Escritura, que está de Gênesis a Malaquias; depois, vem os incorretamente chamados “evangelhos”, que não são nada mais nada menos que a vida de Jesus nos dias de sua carne, cumprindo a lei; em seguida, há dois evangelhos, (Gálatas 2:7), o da circuncisão, dado a Pedro e influenciado na carta de Tiago, Judas, João e o Apocalipse; e depois, o verdadeiro evangelho da incircuncisão, escrito pelo Apóstolo Paulo e explicado hoje unicamente pelo edificador da Igreja, Jesus Cristo homem. O Apóstolo José Luis De Jesús, disse que o cânon bíblico tinha que estar tal e como está, para poder diferenciar entre a verdade e a mentira, entre o velho pacto e o novo pacto, entre carne e espírito. Isto sempre esteve escrito, mas nunca foi entendido, até que Jesus Cristo homem chegou. Aquele que não dá ouvidos à revelação dada por Deus mesmo, José Luis De Jesús Miranda e o Ministério Internacional Creciendo en Gracia, é um gentio judaizado; Gálatas 2:11-14 mostra que Pedro e os demais obrigavam os gentios a judaizar. Cristianismo não é fazer o que fez Jesus de Nazaré, pois ele foi judeu, comeu como judeu, viveu como judeu; mas ele cumpriu a lei, não para que o imitássemos, mas a cumpriu por nós. É por isso que o Apóstolo Paulo escreveu em 2ª aos Corintios 5:16, que, se em algum momento conhecemos a Cristo segundo a carne, já não o conhecemos assim; já não o ensinamos assim; por quê? Porque ressuscitou e já não é um judeu, mas Deus sobre todas as coisas. Hoje em dia, o sistema pedrino da circuncisão tem judaizado a Igreja, impondo-lhe ritos, sábados, batismos, rudimentos, mil sacrifícios, que não se aplicam à igreja. O Ministério Internacional Creciendo en Gracia é o único, que mundialmente expõe estas verdades, já que Deus mesmo as divulga em voz de trombeta. Cristo não morreu pelas “igrejas”, mas pela igreja, (Efésios 5:25), é uma só igreja. Nós não pertencemos às igrejas, mas à igreja, e somente nessa igreja está a verdade, está escrito: “e Deus pôs na igreja, primeiramente apóstolos(1ª aos Corintios 12:28); esse dom de Apóstolo é quem gera a igreja. A igreja se formou e se compôs de duas coisas, o arquiteto e o construtor; Paulo se nomeou o arquiteto, mas só há um construtor que pode edificar, construir sobre esse fundamento; encontramos que o construtor é o próprio Deus, Jesus Cristo homem, José Luis De Jesús Miranda, (1ª aos Corintios 3:10; Hebreus 11:10) e na igreja está a verdade. Com respeito a Maria, é verdade que foi virgem antes de conceber a Jesus, mas depois ela viveu sua vida comum como uma mulher normal. Seria ridículo pensar que, estando casada, nunca teve relações com seu marido José; Roma colocou um misticismo em Maria, convertendo-a em um personagem irreal; Maria foi uma mulher abençoada, mas se o próprio Jesus veio em semelhança de carne de pecado, (Romanos 8:3), em que cabeça cabe que ela ascendeu ressuscitada e mil histórias fantasiosas, como a de que foi concebida sem pecado? Não tem nem lógica. As afirmações tradicionais sobre Maria são totalmente anti-bíblicas. É necessário ir ao que está escrito, pois o escrito te impede de cometer desvios. Romanos 9:5, segundo a carne, veio Cristo, o qual é Deus sobre todas as coisas, bendito pelos séculos. Amém. Estimado irmão, Cristo é Deus. 1ª a Timóteo 3:16, Deus foi manifestado em carne. O Espírito que habitou no corpo chamado Filho de Deus foi o Pai Eterno, nele habitou toda a plenitude da deidade. Isaías 9:6; Colossenses 2:10. Esperamos ter lançado luz em sua mente, não tema a voltar a indagar. Cordialmente, O Apostolado
publicado por brasileiro às 13:00