mais sobre mim

subscrever feeds

links

tags

todas as tags

Terça-feira, 31 DE Julho DE 2007

O ARREBATAMENTO E O RAPTO DA IGREJA

publicado por brasileiro às 21:38
sinto-me:
Segunda-feira, 30 DE Julho DE 2007

A IMPORTÂNCIA DA UNIDADE DO ESPÍRITO DO GOVERNO DE DEUS NA TERRA

Bem, então agora, vamos ao mais importante. A igreja da graça, se você nota ao apóstolo Paulo, não aos demais, mas, ao apóstolo Paulo, os serviços se compõem de três aspectos que são o louvor, não adoração. Aqui não se pode adorar porque os espíritos não adoram, os espíritos louvam. Agora, a carne adora, se prostra, se dobra porque é carne. Mas, nós não somos carne, nós somos a congregação dos espíritos justos feitos perfeitos, portanto, se louva. E então, logo vem uma parte que é a semeadura, onde te enriquecemos, te damos o enorme privilégio de te apresentar um terreno onde você pode semear e colher. Então, logo vem a terceira parte que é esta, a da palavra. Esta é a tremenda, porque aqui ativamos tua mente agora, não o teu bolso. Tua mente para que você pense e possa louvar ao Senhor e andar em limpa consciência, e sempre possa estar em vitória em todo o momento. E que estas leves tribulações que você passa, leves, temporais, você não tem problemas, o que você tem são oportunidades de utilizar a palavra. Verdade que sim?
Assim que nós somos umas pessoas muito abençoadas. Deus não nos tem que abençoar mais, imagine. Não queremos nem sua ajuda porque ele já nos ajudou, nos colocou, nos assentou em lugares celestiais. Assim que, a única coisa que me resta é dar graças ao Senhor, ação de graças. Diga: AÇÃO DE GRAÇAS. Isso é tudo o que você pode fazer, ação de graças.
Assim que, hoje temos um tema que possivelmente seja a base do que vai acontecer. Não de todo, porque está Carlos Cestero na parte de manhã, preparem-se porque ele foi pulando, por aí ele foi com o tema. Naturalmente, ele não lhes traz um tema, porque Deus anda submetido. Deus me dá o tema a mim, e eu dou a ele, mas, ele não pode, aqui não há essa liberdade. Olhe, que nem eu tenho essa liberdade. Deus me dá porque me escolheu como Apóstolo, mas isso eu não o estudo, isso me chega a mim de repente. Chega a meu pensamento e a estruturação do tema. E então, pois, Deus me deu também a mensagem de Rafael Encarnación. Rafael não tem nada o que dizer aqui, nem Carlos Cestero, aqui ninguém tem que falar, nem eu mesmo tenho que falar.
Agora, esses são princípios de unidade. Por exemplo, preste bastante atenção. No velho testamento Deus tinha o tabernáculo e existia o átrio, o lugar santo, o lugar santíssimo, e ali estava a presença, entre esses dois querubins, a presença do Senhor. Mas Deus não falava através de querubins. Sabe por quê? Ainda que se manifestasse o poder de Deus, a própria presença de Deus, mas Deus já estava comprometido com Moisés: Eu só falo através de Moisés. E então, pois, ele sempre anda submetido, ele se submete a um homem: A Moisés, tenham a ele como a Deus. Não venham até mim, vão até Moisés. E então, pois, todo mundo tinha que ir até a Moisés. E no tempo de Paulo aconteceu o mesmo, disse: Eu vos gerei. Vocês podem ter muitos mestres, porque me abandonaram, mas eu sim, eu os gerei. E vou lhes enviar a Timóteo porque ele lhes ensinará, não o seu proceder, o meu proceder. Ah, e da maneira, não que ele ensina, da maneira que eu ensino em todas as igrejas. Porque Timóteo andava submetido, Timóteo compreendeu esse princípio. E então, pois, nós graças a Deus compreendemos esse princípio e andamos submetidos a Deus.
Eu ando submetido a meu apóstolo, meu apóstolo se chama José Luis em carne, mas, como se chamará meu espírito? Meu espírito tem um nome, eu tenho uma identidade. Por isso, eu lhes digo a vocês que eu não sei nem quem eu sou ainda. Igual, teu anjo, teu anjo, por isso é que Paulo disse: Se eu falar línguas humanas, porque eu sou humano ou línguas angelicais, porque sou um anjo. Somos anjos em vasos de barro, tesouros. O que acontece é que Paulo ocultou isso: Somos tesouros em vasos de barro. Logo, o edificador o explica, que um tesouro é um anjo, poderoso, imagine, que vamos julgar aos próprios anjos. Um anjo não se deixa julgar por ninguém, a menos que você seja um anjo de mais categoria. ALÔ! Bem, vamos entrar direto no tema porque senão, posso me desviar para outro lado. Os humilhantes por agora (se referindo aos seus óculos), leves tribulações. Vamos buscar a Efésios, capítulo 4, verso 3 e 5. e uma saudação aos colaboradores que não chegaram pela Internet. Assim que, me uno a vocês neste momento no crescimento de todos vocês através do mundo.
Carta aos Efésios. A Bíblia como dissemos se compõe de 66 livros, outras têm mais, os apócrifos, mas esta que você tem ,parece que tem 66; 39 é a Escritura. Lembre-se, quando Paulo dizia: A Escritura, não estava falando de Mateus a Apocalipse. A Escritura era o que estava escrito, para aquele tempo ainda não se contava com nada do que está no novo testamento ou na história. Agora, 39 livros são a Escritura; logo vêm 5 livros de história; logo vem o evangelho da incircuncisão, que é o evangelho a nós os gentios; logo estão os escritos, ALÔ! Estão os escritos dos apóstolos da circuncisão. Preste bastante atenção. Os escritos são Tiago, Primeira de Pedro, Segunda de Pedro, Primeira de João, Segunda de João, Terceira de João, Judas e Apocalipse, todos esses livros foram escritos pelos apóstolos da circuncisão. Portanto, estão contaminados com circuncisão. Então, são bons, tem que estar aí para que você saiba o que é bom e o que é mau, para que você compare os dois evangelhos.
Lembre-se de que no novo testamento há dois evangelhos: o da circuncisão e o da incircuncisão. Para os gentios o da incircuncisão. E então, temos a circuncisão para entender a diferença. Por isso Cristo foi servo da circuncisão, viveu em lei um tempo para mostrar a verdade de Deus. Logo, deixou isso e entrou na incircuncisão.
Então, agora vamos para o evangelho em Efésios, para o evangelho da incircuncisão. Efésios, capítulo 4, vamos começar hoje com o verso 3 ao 5. “Solícitos em guardar a unidade...” De quê? “No vínculo da paz; um corpo, e um Espírito, como fostes também chamados em uma mesma esperança de vossa vocação; um Senhor, uma fé, um batismo”. O tema de hoje é “A importância da Unidade do Espírito”, para os que anotam. É importante que quando você visite uma igreja, você saiba se ali está a unidade do Espírito. Nessa igreja pode haver línguas, nessa igreja pode haver muito amor, nessa igreja pode haver manifestações espirituais, nessa igreja pode haver muitas coisas, mas, é importante que esteja a unidade de quê? Diz: Solícitos em guardar a unidade do Espírito.
Agora, o que é a unidade do Espírito? Porque o Espírito tem uma unidade, mas tem que saber qual é. Você tem que buscar qual é essa unidade, porque se não há unidade do Espírito, há confusão. Ainda que você não a veja, pode ser uma igreja muito bonita, bela e o pastor muito carismático e amoroso, e de fato, um homem muito bom porque todos os pastores são boa gente, a única coisa é que se não estão na unidade do Espírito, sofrem, fazem a igreja sofrer e a amada sofre por consequência. Deus não pode lhes dar tudo o que quer, a herança que a igreja tem, porque não estão em unidade. Podem estar juntos, mas, não unidos. Juntos é uma coisa, eu posso estar junto com 5 pessoas e dizer: Concordo! Não estou de acordo contigo em nada. E parece, e o saúdo, mas, ALÔ! Não quero saber do que você tem.
Hoje em dia há Associações de Pastores inteiras juntinhas, disse: Juntinhas, mas, aí cada qual tem sua “hidden agenda”, sua agenda pessoal. Porém, se unem, digo, se juntam, vê? Mas não há unidade. Então, quer dizer que uma Associação de Pastores que se reúne no parque para conduzir uma campanha, imagine. O que vai se manifestar ali? Se essas pessoas não estão unidas? Então, começam a clamar: Pai, dizemos. Então, o que acontece? Há um problema que eu tenho muito respeito e é que a Bíblia diz que quando você não anda na unidade do Espírito, e você começa a clamar, Deus envia Espírito de mentira. O quê ele envia? Não é Satanás que envia espírito de mentira. Diz que é Deus, Paulo disse que Deus lhes envia um espírito para que creiam na mentira.
Bem, por isso é que eu antes ia a campanhas por lá fazem anos e eu via essas campanhas e de repente eu via irmãos se arrastando como serpentes pelo piso. E eu dizia: Olhe, mas, e o que é isto? Uma vez eu ia muito a uns serviços de oração de 10 da noite em diante. E então, pois, ali começavam umas profecias tremendas, e como eu era novinho, eu comia tudo isso porque eu era novo, não sabia. E então, aí eu vi a uma irmã que começou a arrancar as próprias unhas. E era uma das profetas mais aceitas na igreja. E depois me contaram que quando chegou à casa, pois, foi um desastre e então, terminou em um manicômio. E eu dizia: meu Deus, mas, por quê acontece isto? E por quê aquilo? Ah, e há lugares que você levou consigo umas boas experiências, mas, não terminou a experiência. Depois você ouve: Olhe, você se lembra daquela igreja onde você ia que oravam por toda a noite e clamavam? Hum! Rapaz, se formou uma... Isso tem seu tempo em cada lugar.
E eu ia a uma igreja em que se orava tanto, e se orava tanto, e se orava tanto, olhe, e se odiava tanto também. E havia tantas divisões, e eu dizia: Senhor, aqui falta algo. E era que eu estava ainda em meus caminhos no sistema. E eu sempre dizia: Senhor, deve haver algo mais excelente que nos proteja disto. Olhe, eu vi situações nas igrejas... Digo, eu estou a 36 anos caminhando nisto, não são 36 meses. ALÔ! Eu levo mais tempo dentro do que fora. E então, eu me perguntava por quê? Porque em uma igreja onde não se respeita a unidade do Espírito não há unidade, Deus envia poder de mentira. Não é Satanás, Satanás foi destruído. E mesmo antes de ser destruído, tinha que pedir permissão ao Senhor para qualquer coisa má que iria fazer: Vai, toca a Jó, eu te dou permissão para que o toque. Mas, tinha que pedir permissão.
Agora não, agora Deus governa os escritórios do bem e do mal, e então, já não necessita de Satanás porque o grande dia de Jeová chegou e o destruiu na cruz. E então, agora ele governa esses escritórios, e quando você sai da unidade do Espírito e pensa que é alguém e começa, ele diz: Olhe, o que está acontecendo? Ou te dá por julgar ao irmão que lhe aconteceu não sei o quê, então, Deus busca o “anjo banana”, e diz: Este está se jactando, vou buscar um anjo. Olhe irmão, tem que ter cuidado com os anjos. Olhe, há anjos, há todo tipo de anjos, muitos anjos de diferentes serviços para nós. E então, por isso, olhe, tem que andar. Neste pacto, na igreja da esquina ali onde gritam, não, ali fazem o que dá vontade de fazer. Ali não acontece nada, bem, espírito de confusão. Mas aqui, aqui é perigoso. Bem, eu não recomendo esta igreja a ninguém, imaginem. Dependendo da tua medida, vê? Se você anda submetido e com cuidado com o pacto, pois, olhe, te prospera, te dá gozo, te dá de tudo. Deus se alinha contigo. Bem, te mostra a senda da vida. (Aplausos).
Bem, vamos entrar direto ao tema, estou no ponto A, o Espírito tem uma unidade. Unidade vem de 1? Ah? Um? Ah? Unidade vem de um? Muito bem. Então, vamos ver onde está essa unidade mostrada aí mesmo, no evangelho.
Veja o que diz o Senhor no verso 5, quantos senhores, três ou um? Um o quê? Mas, o Senhor não teve um filho? Não. O próprio apóstolo Paulo nos disse: Grande é o mistério da deidade, Deus foi manifestado onde? Em carne. Quem foi manifestado em carne? Então, esse não era seu filho, esse era o papai. O que acontece é que tudo o que nasce de mulher se chama filho. E seria ridículo que se dissesse: E Maria pariu um formoso pai. Não se pode. Então, a unidade do Espírito começa quando você sabe que há o quê? Um o quê? O que acontece é que tem diferentes manifestações. No velho testamento foi o mesmo, no velho testamento: Jeová Jiré, Jeová Rafá, Jeová isto, Jeová aquilo. E então, um dia, porque ele dava manifestações a esses nomes, mas, era o mesmo Deus, era um, lhe disse; Olhe Israel, Jeová teu Deus quanto é? É Um. Não vá te confundir de que haja muitos deuses, é um só, essa é a unidade do Espírito.
O que acontece é que nos livros de história falava, pois, Jesus às vezes por confundi-los para que o crucificassem, porque como eles não sabiam quem era ele, porque se soubessem quem era ele, você pensa que iriam crucificá-lo? Não, ele os confundia. Ele dizia: Olhe, meu Pai lhes enviará o Espírito Santo. E de repente, ele mesmo, ao outro dia soprava: Fuf! Recebam. Adeus, mas, você não diz que o Pai é...? O que está dentro de mim, esse é o Pai, mas, Felipe não podia entender, é que isso estava velado. Por isso foi que ele disse: Tenho muitas coisas que lhes dizer, mas, agora vocês não podem suportá-las. Portanto, olhe, meu Pai é maior do que eu. E então dizia: Ah!
Mas, quando você chega a unidade do Espírito, o que acontece? É que é um só. O que é isso de que: Em nome do Pai do Filho, do Espírito Santo. O quê? Crê-se que há mais poder em nome do Pai, do Filho e Espírito. Não. É um Senhor. Assim não se ora. Isso foi apresentado por João que era da circuncisão e amou a manifestação Jesus Cristo carne e então, João disse: Três são os que dão testemunho, o Pai, o Filho... Mas, eu não confio nesses escritos. Esses escritos são perigosos. Porque imagine, Paulo diz que Cristo aniquilou o pecado da terra em um dia e João disse: Filhinhos meus, se alguém tiver pecado... Você sabe? Traz, João devolve o pecado para dentro da igreja, Paulo o tira. Então, tem que se ter cuidado com esses escritos porque são de gente que não conhecia nada. Bem, imagine, Cristo esteve com eles três anos e lhes disse: Olhem, meus filhos, eu tenho muitas coisas que dizer a vocês. Olhe, mas, em três anos não nos disseste? Não, eu não lhes disse nada. Eu tenho muitas, mas vocês não podem suportá-las. Quer dizer que eles não sabiam nada. Diga: NÃO SABIAM NADA.
Se você está três anos comigo, falando comigo e um dia você se despede e me diz: José Luis, olhe, eu te disse muitas parábolas e às vezes te falo e deixo um pouco... Sim, sim, às vezes não entendo o que você quer me dizer. Diz a mim: Mas olhe, eu tenho que ir, mas tenho muuuitas coisas que te dizer. Ai! E quando é que você vai me dizer? Quando vier o Consolador. E quem é o Consolador? Bem, preste muita atenção, não vá se confundir. Quando vier o Consolador, olhe, ele é professor, ensina, redargüe, mostra, ah, ele vai te recordar. Olhe, pois, então, isso não é um espírito que desce e bru! Bru! Isso é uma pessoa, porque para te ensinar se necessita de uma pessoa que te guie a toda verdade. (Aplausos).
Então, quem foi a pessoa que nos deixou toda a verdade? Paulo. Pois, Paulo foi o Consolador que Jesus Cristo falou. Mas o sistema religioso da circuncisão diz que foi o dia de Pentecostes. Eu não nego a festa de Pentecostes e a manifestação que houve ali, mas ali eu não aprendi e nem me recordaram nada. Parecia que estavam até bêbados. Não estou negando isso, porque eu creio no dom de línguas, eu falo línguas. É verdade que quanto mais aprendo graça, menos línguas falo, porque quando chega o que é perfeito, então, essas coisas começam... Porém, às vezes me escapa uma “lingüinha”, e são boas, você sabe. O que acontece é que o evangelho é a mente de Cristo, então quando você aprende muita graça você tem a mente de Cristo, então, falar em línguas é um pouco ridículo porque Cristo disse: José Luis, deixe dessa bobagem, rapaz, se você sabe tudo.
Bem, então diz aqui o verso 5, que é uma amostra, hey! Uma igreja, não se meta em qualquer igreja, tem que ser uma igreja onde você saiba que há a unidade do Espírito, que sejam solícitos, e para ser solícitos tem que se falar disto. Não pode ser uma igreja que se passe todo o dia: Louvor! Louvor! Ou seja, muito carismática, muita manifestação e o pastor não te ensina. Olhe, não, porque para guardar a unidade tem que te explicar. Tem que ser uma igreja que se dedique a ensinar a unidade do Espírito, imagine, em toda a sabedoria, em toda ciência, em todo conhecimento tem que falar. Digo, o louvor tem o seu tempo, mas, você não vai passar todo o dia... Olhe, há igrejas que se guardam silêncio assim, dizem: Hey! Hey! Louve. O que está acontecendo? Estão morrendo? Não, rapaz, é que estamos ouvindo. Não se pode. (Aplausos).
Então, diz aqui que é um Senhor, e quanta fé? E que fé é essa? O dom da fé, essa não é a tua fé, porque há igrejas que dizem: Irmãos, olhem, eu tenho uma fé pequena. Ah, pois essa não é a fé da unidade do Espírito, porque você não tem uma fé pequena. Você tem a fé de Cristo, portanto, é o dom da fé que você tem. Não a sua fé, a tua fé não serve para nada. Por isso é que aquele velho pacto não serviu para nada, porque como disse Habacuque: “O justo por sua fé viverá”. Se vivesse pela sua, não servia. Por isso não alcançaram nada, o velho pacto... Bem, a lei nada aperfeiçoou, nada alcançou. Aquele foi um pacto com defeito, porque o justo por sua fé viverá. Mas, quando chega o perito arquiteto e Jesus Cristo ressuscita ,diz: O justo pela, não por sua, pela fé. O dom da fé. Diga: O dom da fé. Esse é o dom que você tem, o dom da fé. O mesmo Espírito de fé que estava em Jesus de Nazaré que agora está em você, o dom da fé.
Então, quer dizer que isso de que: Ai! Pastor, ore por mim porque eu tenho uma fé pequena. Eu digo: Não, irmão. Você tem a mesma fé que eu tenho. Não, mas é que você tem mais tempo do que eu. Você disse: Mais tempo, mas temos o mesmo, a medida é a mesma. Pastor, é que eu tenho uma fé débil. Não, não, você é débil em uma fé grande, mas você não é débil na fé. Uma fé débil, olhe, Deus não dá fé débil a ninguém. Deus o que te dá é poder, espírito de quê? De amor, de poder e espírito de quê? Por isso é que te dá licença, te diz: Tudo me é lícito, mas como você tem tanto poder tem que te dar uma licença para que você faça o que te der vontade. Veja como Deus te ama. Paulo disse, antes Paulo não dizia: Tudo me é lícito. Rapaz, Paulo, Paulo antes dizia: Hum! Olho por olho, dente por dente, porque ele era um bom fariseu. Mas depois que entrou a graça disse; Tudo me é lícito, porém, nem tudo me convém. ALÔ! Nem tudo o quê? Agora, há proibições no novo pacto? Não, tudo te é lícito. Mas é porque você tem um poder dentro de você, imagine, o Espírito que está dentro de você é espírito de poder, de amor e de domínio próprio. (Aplausos).
Há pessoas que gostam muito de ajudar a Deus: Comportem-se bem. Tenham cuidado. Deixe disso, que Deus não prega assim. Metendo medo nas pessoas: Tenha cuidado. Olhe, que as coisas estão más, que tenham cuidado, que o diabo. O quê? Que as coisas estão más? Eu não vejo isso, olhe, os tempos são os melhores, os que estamos vivendo. Você não vê que você estava predestinado para viver nestes tempos? Como vai se colocar com isso? Os anjos o escutam falando assim, tão corrompidamente, você está dizendo aos anjos: Não me ajudem porque as coisas estão más. Olhe, a mim me pariram no pior tempo da história. Não! Você veio no melhor tempo de tua vida. (Aplausos). O que tem que estar se queixando que nada? (Aplausos).
Mau era para aqueles profetas que viveram naquela graça que iria ser manifestada. Pobre Paulo que não tinha um microfone, não tinha nada, pobrezinho. Ele sim que viveu em tempos maus. Eu? Eu vivo nos melhores tempos da história, estes são meus tempos e teus tempos e você tem que falar conforme a esse pacto, com autoridade. (Aplausos).
Olhe, por isso é que as pessoas pensam que eu sou muito liberal, porque eu sempre estou contente. Eu sempre estou tranqüilo. Para que tornar minha vida amarga? E mais, até mesmo quando acontece algo mau, tudo tem que obrar para bem, porque eu ando na unidade do Espírito. Tudo o que me acontece está, olhe, friamente calculado. E tudo o que acontece a você, como está? Mas isso você não o entende agora, abençoado, deixe que passem dois ou três meses e de repente você diz: Ai! Agora é que eu entendo. Olhe, isto que aconteceu. E começa a relembrar e você entende. Por isso, eu não critico a ninguém. Eu vejo a um irmão que está caindo de boca e o deixo que se vá de boca. Digo: Isso vai lhe ajudar. Há pessoas que sempre estão ajudando. Não, olhe, olhe. Eu chamo a esses de os salvadores, os redentores, que sempre estão ajudando. Não, eu te ajudo, eu te aconselho, e sempre estão. Deixe as pessoas quietas, deixe que a pessoa se vá de boca, que se pare, que se sente. Deixe-os. Deixe-os. (Aplausos).
A mim, às vezes me dão más notícias de um irmão e eu digo: Que bom, que tenha lhe acontecido isso. Isso é bom que lhe aconteça, olhe, que bem vai vir isso a ele. Verdade que sim? Mas, se a ele tudo lhe coopera para bem. Quando acontece comigo, coopera para meu bem. Olhe, a receita que eu estou te dando é para que você se mantenha jovem. Você quer viver bons dias e vida comprida? Pegue esta receita para que você veja que irá bem a você. Olhe, que puseram teu filho preso? Pai, lhe convinha! O que ele estaria fazendo que o prenderam? Deixe-o. Que a minha filha... eu não sei o que está acontecendo com ela. Deixe-a, entregue-a aos anjos: Anjos, aí está. E ensine-lhe, não a maltrate também. Olhe, meu amorzinho... Você está ativando teus anjos em tua vida? Não, mamãe é que eu, você sabe. Não, não. Você tem um anjo, ponha o pacto nele, ponha a ele a palavra para que você veja.
Olhe, uma vez Paulo disse: Daqui em diante, ninguém me moleste porque levo em meu corpo as marcas do Senhor Jesus Cristo. Eu decidi não me molestar mais. Eu ando tranqüilo. Você sabe o que é tranqüilo? Em inglês é tranquil. Tranqüilo. Diga: TRANQÜILO. Eu tenho um espírito de tranqüilidade. “Tranqüilo Boby”. Ah? Louve a Deus. Isso é o que você tem que fazer. Dar graças sempre para que te vá bem. Estou me desviando do tema. Espere aí.
Um Senhor, uma fé, e quantos batismos? Quantos? Uma vez eu estava falando com um pastor em Porto Rico. E então, começou a lutar: Não, que o batismo em água continua valendo. E eu lhe disse: É que a Bíblia não fala de batismo em água. Não, é que Romanos 6 diz que fomos batizados em sua morte. Em quê? Em água? Em sua morte. Meu amigo, imagine! Mas, é que eu ia avançando um pouquinho mais e ele estava estancado nisso, e então, até o filho que estava a seu lado disse: Papai olhe, é verdade, se você diz que o ladrão foi sem se batizar, e agora... Cale a boca! Disse ele ao filho. E eu lhe disse: Tranqüilo, não? Tranqüilo. Não. Não. Simplesmente, eu te deixo em desunião, eu me vou na unidade, um batismo, e não é água, é o batismo em sua morte, unidade, um. O Espírito tem uma unidade, e você tem que segui-la.
Então, doutrinalmente diz que é um batismo. Foi por isso que Paulo disse: O Senhor não me enviou a batizar. Porque ele disse: Honro meu ministério. Batizei a uns quantos porque eu não o estava honrando. Batizei, a quem foi? A Gaio e a dois ou três porque se envolveu com os apóstolos que estavam em batismos. Mas logo, quando se deu conta que estava se envolvendo e contaminando disse: Honro meu ministério, vou para os gentios. E Deus me disse que não batizasse aos gentios. Porque os gentios estão completos. Para quê molhar a eles? Expostos a que lhes dê um resfriado. Como a mim, que me batizaram, o pastor disse: Se você sair daqui sem o batismo, você vai para o mundo. E eu disse: Olhe, mas com Cristo eu me vou ao mundo? Não, mas sem o batismo não há salvação. Olhe, e em pleno inverno me meteram em um lago com um agasalho desses bem gordos assim, me jogaram e me puxaram. E por pouco me dá um resfriado, por pouco eu não morro. Mas uma pessoa, como o sistema está tão corrompido e tão ignorante, pois a pessoa, me molharam. Eu não senti nenhuma diferença, senão o resfriado que peguei.
Vamos ao passo B: Um evangelho, não dois, um evangelho. Vamos buscar a Filipenses, capítulo 3, verso 15 e 17. Olhe, por quê Paulo disse: Se alguém vos prega um evangelho diferente do que temos pregado seja anátema? Por quê ele disse: Se alguém vos prega outro evangelho. Por quê? Porque existia outro evangelho. Qual? O dos apóstolos. Ele não iria dizer: Olhe, se alguém lhes prega outro céu. Há um só céu. Se alguém lhes prega outro mar. Há um mar. Mas, se alguém lhes prega outro. Paulo, aqui há outro? Há outro. E mais, se um anjo se atrever a chegar com mensagem diferente da minha, repreenda-o, que esse anjo não é de Deus. Se diz algo diferente, e mais, se eu te disser algo diferente a você do que Paulo me deixou como fundamento, eu estou mal. Se você me pega edificando fora do fundamento, e mais, se me pega edificando ao lado do fundamento. Eu tenho que dizer o mesmo que disse o perito arquiteto para ser encontrado verdadeiro. Para você dizer que eu sou falso, você tem que me pôr a prova. Eu não sei como estes rapazes aí na rádio a cada momento me chamam de “falso profeta”, “falso diabo”, “falso isto”. E eu digo: Olhe, mas que atrevido! Mas, me ponha a prova com base bíblica e eu o aceito. Eu o aceito se sou falso, mas enquanto eu me mantiver aí, olhe.
Você tem memória que na sombra havia dois querubins que não tiravam a vista do outro? Olhe assim, se olhavam assim. E mais, podia cair o sacerdote morto e: Não olhe para lá, rapaz, que isto é aqui. E aí estava a presença, se manifestava a presença do Senhor. Pois, este é Paulo e este sou eu. Olhe, ao meu lado podem cair edifícios, e eu olhe, aí. (Aplausos).
O que eu olho é a meu apóstolo, não o teu apóstolo, o meu. Porque Paulo é meu apóstolo. Porque ele não ensinou nada a você. Teu Apóstolo sou eu, que fui eu que te ensinei. Ele é meu apóstolo. (Aplausos).
Há pessoas por aí que dizem: Não, eu sigo a Paulo. Paulo é meu apóstolo, não José Luis. E eu digo: Mas, se Paulo não te ensinou nada. Você não o tinha debaixo do braço por 20 anos e não sabia nada? E mais, 2000 anos Paulo levava aí, 2000, e ninguém o havia visto. O que acontece é que, imagine, a mim, me levaram ao paraíso e assim é fácil. Se não, como é que eu teria aprendido isto? Eu não sou tão inteligente para inventar isto. Isto foi que me revelaram. Ah, olhe isto. E para você ser apóstolo, você tem que ter visto ao Senhor. E há alguns por aí que dizem, que se chamam apóstolo e dizem: Ele diz que foi ao paraíso, que viu ao Senhor. Mas eles dizem: Não, eu não vi ao Senhor. Pois, não é apóstolo. Ainda que seja, eu digo que o vi. Por isso é que Paulo disse: Não vi eu ao Senhor Jesus? ALÔ!
É igual que, há pessoas que dizem: Você não é o outro. E eu lhe digo: Pois, está bem, tranqüilo. E quem é o outro? Apolo foi o outro. Pois se Apolo foi o outro, então, você não é o outro. E quem é o outro? Dizem: Não, não. Eu vou edificar porque o outro foi Apolo. Então, rompem o fundamento da unidade. Porque então, eles têm que pregar é outra coisa. Agora, se eu sou o outro e você prega outra coisa, então...
Vamos continuar. Filipenses, capítulo 3, verso 15. “Assim que, todos os que somos perfeitos”.  Quantos são perfeitos aqui? Mas, é que Paulo às vezes diz: Não que eu seja perfeito. Está te falando ministerialmente: Não que eu tenha alcançado tudo. Mas somos perfeitos em que com uma só oferta, ele nos fez perfeitos por quanto tempo? Então, nesse ângulo Paulo diz: “Assim que, todos os que somos perfeitos, isto mesmo sintamos; e se outra coisa sentis, isto também vos revelará Deus. Porém, naquilo a que chegamos, sigamos uma mesma...”  Quê? “Sintamos uma mesma...” Quê? O apóstolo tinha uma regra, tinha um sentir e esse sentir é a unidade do Espírito. O apóstolo dizia: Falemos todos uma mesma coisa. Vamos ver isso. Bem, vamos ficar em Filipenses um momentinho e depois vamos a Primeira aos Coríntios.
Filipenses 2:2. Quê diz? “Completai meu gozo, sentindo...” Quê? “Tendo o mesmo amor, unânimes, sentindo...” Quê? Uma mesma o quê? Olhe, para sentir uma mesma coisa, como é que você consegue isso? Submetendo-se a alguém. Temos que votar por alguém. Eu votaria em você. Eu digo OK. Vamos votar pela irmã tal e eu me submeto à irmã, para falar uma mesma coisa. O problema é que me escolheram a mim. Mas não é que eu queira isto, de fato, isto não é fácil. Porque então, como não vê que põem todo o olhar em você? Pois, se tivessem escolhido a outro... E eu amo a verdade, eu digo: A quem escolheram? Pois, escolheram ao irmão tal. Pois olhe, por amor à unidade, ainda que o irmão tal não me caia muito bem, mas, eu, por amor à unidade vou me submeter ao que ele disse, se está em linha com o fundamento. Enquanto ele se mantiver em linha pois, eu me submeto. Porque a idéia é guardar a unidade não importa quem seja. Mas que seja um só, porque tem que ter uma trombeta, tem que haver um diretor da orquestra.
Imagine uma orquestra com dois diretores? Este com a batuta em cima e este outro com a batuta embaixo, e se forma uma... Então, tem que haver o quê? Vamos nos colocar de acordo. Se queremos conduzir uma boa música, quem é que vai tocar isto. Pois, você toca isso. E se há três trompetistas? Pois, ponha-se de acordo que seja a mesma nota. É importante a unidade do Espírito.
Filipenses 4:2. “Rogo a Evódia e a Síntique, que sejam de um mesmo...” Quê? Olhe, mas estas eram duas mulheres que trabalhavam com Paulo, submetidas a Paulo. Mas não tinham o mesmo sentir. Olhe, e dois líderes manter o mesmo sentir, têm que estar submetidos, por guardar o quê? A unidade de quê? Do Espírito.
Então, Primeira aos Coríntios 1:10, rapidinho. Quando encontrarem todos dizemos o quê? ABA PAI! Quantos têm Espírito de adoção? Pois, clame: ABA PAI! Não diga: Aleluia! Primeira aos Coríntios 1:10 diz: “Rogo-vos, pois...” Olhe, isto é um rogo apostólico. “Rogo-vos, pois, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que faleis todos uma mesma...” Quê? “E que não haja entre vós divisões”. Como se causam as divisões? Falando diferente. “Senão, que estejais perfeitamente unidos em uma mesma mente e em um mesmo parecer”. Olhe, conseguir isso é difícil. Você sabe o quê abençoado? Isso nunca se alcançou em 2000 anos. Paulo tratou e não pôde. Bem, aí mesmo, Paulo já notou que esta igreja estava. Escutou que havia o quê? Divisões? Paulo não pôde conseguir. Porque é que o ambiente daqueles tempos, a Paulo não o criam. Portanto, Paulo nunca alcançou a unidade do Espírito. Ele o escreveu, mas não o alcançou. E nunca se havia alcançado.
Olhe, eu trabalhei para os Pentecostais por muitos anos. Estive com as Assembléias de Deus muitos anos, em inglês, em espanhol e eu notava que as Assembléias de Deus de Nova York eram diferentes das Assembléias de Deus de Porto Rico. Nas de Nova York, as mulheres podiam usar calças compridas, e as de Porto rico não podiam usar calças compridas. E então, as de Nova York usavam brincos e em Porto Rico, um brinco é símbolo de Jezabel. E então, o próprio Expositor Bíblico, em Porto Rico ensinavam diferente e em Nova York, diferente; e eu dizia: Ah! E então, depois, me cansei desse sistema e eu disse: Olhe, deve haver algo melhor. E trabalhei com os Batistas do Sul, porque estão os Batistas do Norte. O que isso significa é que os do Norte são mais liberais, os do Sul são mais zelosos. Então, eu disse: Ah! Pois, eu vou com os do Sul, porque eu não posso estar com os liberais, porque eu sou um homem de avivamento, de zelo. Deixe-me com os do Sul que aí é que a coisa está boa, e então, trabalhei com os do Sul.
Então, eu notava que quando íamos às Convenções, como um Seminário como o que estamos celebrando agora, pois eu notava, então que estávamos todos ali e quando íamos ao banheiro, ao “coffee break” (parada para café), rapaz... Você escutava os pastores: Que foi, rapaz! Como vou me submeter a este? Se este passou fundos a este de lá e de lá... Olhe, e eu não estou de acordo com isso que disse de Paulo. E Deus a mim, estava me dando treinamento, e eu dizia: Olhe, que coisa, que esta gente todos estão em desacordo. E então, às vezes eu falava com eles: E onde você estudou? No Seminário Nazareno. Nazareno? E está metido com os batistas? Sim, mas é que lá por ter um ministro que levanta igrejas, a eles não lhes importa o que você crê, sempre e quando te pareça um pouco... Vê?
Então, se você tem uma preparação de Seminário Pentecostal, olhe, eu fui Pentecostal toda a minha vida e estava trabalhando entre batistas. Por quê? Porque eu tinha o dom de levantar igrejas, e eles disseram: Esqueça isso, o que José Luis crê. O importante é que nos levante igrejas. Porque eles tinham uns missionários muito educadinhos batistas, mas o que acontece? Que não levantavam nem uma igreja. Ou em um ano, depois que gastavam 100.000 dólares em um missionário, em um ano tinham 6 membros. (Aplausos). Estas são leis que você não pode violar, não pode falar tanto sem beber água.
Olhe, pois, então investiam 100.000 dólares em um missionário e então, ganhavam 8 ou 10 membros batizados. E então, pois, comigo levantavam 3, 4 igrejas e diziam: Este aí nos convém, ainda que fale línguas. E eles não sabem que eu o que levantava para eles eram igrejas pentecostais dentro dos batistas e depois eles mesmos se viam enredados e a Associação Batista de Porto Rico é Pentecostal, mas, como me puseram ali, pois eu...
Sabem por quê acontece isso? Porque não há unidade do Espírito. Aqui não. Olhe, a mim, me ofereceram igrejas. Olhe, você quer 10 igrejas? Eu conheço 10 igrejas que um Concílio as abandonou por aí, você lhes dá 100 dólares a cada um e tem 10 igrejas mais. A mim não me interessa isso. A mim não me interessa a quantidade, a mim interessa é a qualidade. Se você não está na unidade do espírito, eu não te quero aqui, porque você é um estorvo, você é um problema para o corpo de Cristo. Um corpo e o corpo tem que estar perfeitamente unido. E uma pessoa que esteja aqui falando diferente eu não o quero. (Aplausos).
Por isso perdemos, perdemos não, ganhamos, ganhamos que se vão alguns pastores, alguns. Porque a maioria está conosco, mas há pessoas que de repente dizem: Por quê eu tenho que imitar a José Luis? Se eu tenho educação, eu sei fabricar bons sermões. Por quê perder a minha identidade colocando-a entre José Luis? Eu vou fazer o meu. Rapaz, se isso é para todos. Mas, e a unidade? Você consegue fazer o teu, mas rompe a unidade do Espírito. Então, por amor, solícitos em guardar a unidade. Se você é humilde e tem uma boa medida, você diz: Para quê ensinar outra coisa? Ou você a ensina ou ensinou eu, mas tem que ser uma só coisa.
Porque então, já não é um mesmo parecer, já não é um mesmo sentir, e rompe a regra apostólica. Por amor à unidade. Não é por amor a mim. Eu não tenho esse problema, complexo de inferioridade e nem de grandeza. Eu não tenho esse problema. Oh, é que ele gosta de que estejam submetidos a ele. Que vá! Isso é o que traz mais aflição. As cadeias se põem mais pesadas, porque isso dá mais trabalho e há mais o que fazer. A princípio, o que eu queria era uma só igreja, uma basta. A princípio que eu não entendia esta revelação, quando chegou Carlos, Rafael, todos, Carlos, todos. Eu disse: Olhe, aprendam comigo e se vão. Montem sua coisa por lá, mas, deixem-me quieto, que aqui estou bem. Mais ou menos, eu não falo assim, você sabe que esse não é o meu proceder. Mas, como quem diz: Olhe, tremendo. Quando vocês quiserem, olhe, está o sul, está o norte. E eu distribuía tudo, eu nunca vendo nada. Eu, não, não, olhe, fitas cassete, de tudo.
E depois de tudo, imaginem, todo o dinheiro que entrava aqui. Em uma Quarta- feira entrava 25.000; um Domingo entrava 40.000. E eu disse: Rapaz, aqui eu... ALÔ! O obreiro é digno de seu salário, assim que, agora mesmo compro uma casa por aí de meio milhão e um bom carro. Assim fazem os pastores, porque isso é o que eles fazem. Mas eu gosto de que a obra cresça, sempre tive esse sentir. E eu nunca tive dinheiro. Eu não tenho, nem poupança eu tenho, porque eu me entretenho muito com as coisas do ministério. Isto me encanta, imagine, como eu não vou gostar disso? E então, pois eu dizia: Bem, pois, fico aqui em Miami “tranqüilinho”. “Tranquil”. Tranqüilo. Que os aviões caiam!
Mas um dia o Senhor me disse: José Luis olhe. Se você não vai então, você é um “quiosquesinho” a mais. Olhe, graça, isso é fácil, isso é conhecimento. Isto, apostolado, regula isto. Porque se você conhece graça e se submete ao apostolado, então você está dizendo: Olhe, isto, não é meu, isto eu o recebi do apóstolo. Então, me dá todo o crédito a mim, mas então, eu venho e digo: Senhor olhe, eu não sabia nada. Eu te dou a ti. Deus sempre busca um homem para manifestar um conhecimento e guardar a unidade do Espírito. Então, isso faz que isso não te suba à cabeça. Você não está vendo que ao dizer: Isto não é meu. Você tem que dizer que é de outro? E ao dizer que é de outro, já está em humildade. Então, tudo cai sobre mim. Então, não é você que se jacta. Onde está a jactância? Fica excluída. Por qual lei? Pela lei da fé. Mas assim guardamos.
Você sabe que a história ninguém. ALÔ! Olhe, isto o digo, você sabe, considerando-me a mim mesmo. Mas ninguém havia alcançado o que Deus, em sua misericórdia nos deu, que 22 nações falem o mesmo. (Aplausos).
Quantos pastores aqui esperam que chegue a mensagem que eu prego hoje para levá-la a seus países? Dos que chegaram. Quantos pastores fazem isso? E vocês não se atrevem a pregar outra coisa? Por quê? Por quê? Por quê? Por guardar a unidade. Mas, aqui há pastores muito mais inteligentes do que eu, muito mais. E têm melhor maneira de falar, vocabulário, sabem se expressar melhor do que eu. Mas isto não é questão de sabedoria de palavras humanas, é questão de a quem Deus chamou. Então, buscamos a quem Deus chamou pelas evidências e nos submetemos a esse que Deus chamou. Por amor a quê? À unidade do Espírito. Mas, isso nunca havia sido alcançado. Porque acabo de lhes dizer que os Batistas de lá pensam diferente lá. Olhe, há batistas pentecostais, há batistas evangélicos, há batistas liberais, há batistas fundamentais e não se dão uns com os outros nem brincando, e todos diferem. Aqui o batismo é daqui e então, eu sou membro da mesma denominação.
Eu me mudo a outro estado e o pastor batista de lá diz: Nós não reconhecemos o batismo de Miami. E você diz: Mas, se somos da mesma denominação? Não, aqui você tem que se batizar outra vez se quiser ser membro, senão, não pode tomar a Santa Ceia , o pão e o vinho. Então, tenho que me batizar outra vez? Sim. Mas, por quê? Porque a Divisão do Leste com a do Oeste, em Miami como é a capital do Sol são muito liberais e temos sentido que a água perdeu unção, portanto, o teu batismo está fraquinho, débil. Essa é a unidade. A unidade de quem? De ninguém, isso não é unidade.
Olhe, aqui em Miami, olhe que isto é um perigo. Eu não me atrevo, já não me atrevo porque conheço, por ignorância a pessoa o faz. Mas em Miami aos domingos, quantas igrejas há em Miami? Agora, me diga uma coisa: Quem se submete a quem? Então, o que faz o pastor para pregar? Pois, ele se vai, se não sabe e não tem muitas habilidades, pois então ele se mete em uma livraria, compra Mananciais no Deserto, ou um Livro de Anedotas, Sermões Enlatados. Mensagens feitas por outros. Então, eles vêm e o lêem e começam a desenhar. Quantos passaram por isso? Olhe, eu passei por isso, rapaz. Que eu aos sábados lutava: Ai Pai! O que eu prego amanhã? Meu Deus. Então, eu tinha que buscar os sermões velhos e dizia: Deixe-me ver, falei do diabo na semana passada. Falei do dízimo na outra semana. Falei de santidade na outra semana. Falei dos dons na outra semana. Hum! A mim, me disseram que há uns irmãos por aí que... Férias. Ah! Aí está: Não gastem o dinheiro nas férias.
Natal: Tenham cuidado com gastar muito dinheiro em joguinhos e coisas, porque se endividam e os cartões de crédito... Irmãos vejam. E quando chega Halloween, halloween. Hum! Do diabo, espere aí. E olhe, irmão, isso é uma vergonha. Ah, e as mesmas denominações aqui, que têm vamos contar: temos 35 igrejas aqui no Sul da Flórida de tais denominações. E os 35 pastores estudaram em 35 diferentes seminários, e crêem de maneira diferente, crêem diferente: quanto ao batismo do espírito Santo, que se as línguas, que se não línguas, que se línguas, que se isto, que a língua que foi um idioma, que não foi um idioma, mas Coríntios diz que foi um dom. E isso é uma... Olhe, isso é morte na panela. Digo, se você está a anos nisto, você me entende, me entende perfeitamente. Se não leva anos, pergunta ao que está do teu lado. Diga a ele: É assim? Sim, é assim.
Agora, por quê? Por quê acontece isso? Ponto C. Olhe, o que fiz! Perdoem. É muito tarde, olhe, que coisa. estamos de festa? Será isso? Olhe, mas muitos de vocês trabalham amanhã, sabe? Bem, eu seguirei isto e Rafa, seguirá isto e Carlos, seguirá isto no Seminário. A linha de pensamento é esta.
Sabem por quê? Porque o avião está e não podemos nos dar ao luxo de ter um soldado aqui que não ande na mesma regra, o mesmo sentir, o mesmo parecer, falemos todos uma mesma coisa, porque vamos ser exemplo para o mundo. E então, necessitamos de pessoas solícitas em guardar o quê? Não podemos ensinar outra coisa.
Você sabe o quanto eu me gozo quando eu vou a um país e de repente começa o louvor e são as mesmas? Cantando com graça os mesmos louvores? E se levanta o pastor: Quantos estão reinando em vida? Abençoados. Olhe, e o mesmo idioma. Você nota. Você que está de visita aqui, o que você tem visto? O mesmo o quê? Que falemos todos uma mesma o quê?
Assim, assim nós podemos convencer a um mundo que anda buscando a verdade, a um povo que anda desorientado: FALANDO UMA MESMA COISA, GUARDANDO A UNIDADE DO ESPÍRITO. E preste atenção, quando você alcança isso. ALÔ! Olhe, quando você alcança isso e você ama isso, a unidade do Espírito tem que gritar a Deus: Senhor olhe, necessito disto. Não. Confesse-o. Confesse-o. E de repente o doutor disse: Olhe, você tem isto.
Orelha, orelhinha, veja: Você é tão poderoso por dentro. Você é tão poderoso por dentro, você é um tesouro. O que acontece é que o teu barro opaca o poder que há em você. Ou seja, o barro, a tua carne é tão má, como está ainda danificada, está em corrupção, não foi revestida, ela oculta a beleza, o poder de quem você é. Bem, veja se você é grande que vamos julgar os anjos. E vamos julgar, olhe, a anjos, um só anjo cruzou dois milhões de pessoas pelo deserto. Agora, você é tão poderoso, preste bastante atenção, isto é uma orelhinha, e eu te cobro por isto depois, no final, na saída, ah, e eu vivi. Ah, e não é teoria, funciona. O Senhor me disse: José Luis, se você crer no médico, você é um homem que foi iluminado. E então, ao você crer nesses diagnósticos, ao você crer nisso, como você creu nisso, e você tem tanto poder, tem mais poder do que tua carne, pois a carne recebe isso e te destrói. E eu disse: Senhor, e o que faço? Pois, renova a tua mente, José Luis. (Aplausos).
Imagine, o médico disse que eu tenho Hepatite A, B, C. Pss! A mim isso não surpreende com todas as maldades que eu fiz, drogas, coisas, imagine. Esse fígado sofreu. Eu usava agulhas alheias, de outros: Empresta-me a tua agulha, imagine, uma agulha, quando era jovenzinho. E esse fígado meu o que ele pegou foi, rapaz, pois, eu não duvido que todas essas coisas aconteçam. Mas eu me meto nas mãos de um médico agora e vai me prejudicar todo. Porque ele vai ser fiel a sua teoria e eu infiel à minha. (Aplausos).
Minha esposa me cuida muito e ela quer que eu me mantenha. E ela me disse: Não, não, vamos, e marcou a consulta com o melhor médico. Vamos, vamos, vamos. Mas o Senhor me disse: Cuidado! Eu sei que é delicado. Digo, eu tenho muita verdade no que eu estou dizendo, mas, se você não tem o crescimento no que eu estou falando, se não tem o crescimento você vai morrer. E não diga que eu te disse que não fosse ao médico. Mas, eu, se me meter nas mãos de um médico agora, ele vai ser fiel ao seu e vai começar a me dar, a me dar, então, eu recebendo, recebendo, morro em pss! Fico liquidado, me liquido. Eu não posso me dar a esse luxo de me pôr nas mãos de um médico, quando eu, ALÔ! Ai, pastor e se você morrer? Pois, se isso é lucro. Isso não é lucro? É melhor morrer naturalmente, do que morrer nas mãos de um homem te fazendo curativos e coisas, e tratamentos. Mas, por crer assim não morro nada. (Aplausos).
Abençoados. Vamos estar em pé. (Aplausos). Diga comigo: EU GUARDO A UNIDADE DO ESPÍRITO: UMA MESMA MENTE, UM MESMO PARECER, UMA MESMA REGRA, UM SENHOR, UMA FÉ, UM BATISMO. (Aplausos). ALÔ! Solícitos em guardar o quê? A unidade de José Luis? Pss! Estou cansado. Pss! José Luis? Para quê? Isto eu não inventei, isto está escrito. Eu te falo com evidências. Para você dizer que não é assim, tem que me buscar Bíblia. Tem que buscar Bíblia. Se você não crê assim, busque a forma de não vir mais. Sim, porque para quê você vai estar aqui com diferenças, rompendo a unidade? Ah? Dando más notas musicais. Os músicos tem que se colocar de acordo para que, olhe, muá! Saia uma canção bela. Amém?
Olhe, damos graças ao Senhor? (Aplausos). Declaramos-te curado, curado. Pai declaro poder, poder de cura. Declaro prosperidade. Declaro que entrem novos trabalhos, declaro o poder de Deus em tua vida. Declaro que você vai daqui com uma confissão nítida, uma confissão em linha com o pacto. Amém. Dê um aplauso ao Senhor. (Aplausos) .
 
publicado por brasileiro às 15:49
sinto-me:
Sexta-feira, 27 DE Julho DE 2007

JESUS CRISTO HOMEM ESTÁ TRAZENDO À LUZ O QUE ESTAVA OCULTO NAS TREVAS

Muito bem, vamos ao tema então, o calqueo para as nações. Para os que anotam, o tema se intitula, “Aclarando o oculto das trevas”. Convido-lhes a que anotem todos estes versos, vamos falar vários versos, anote, procure aí com o que escrever e compartilhe a bíblia. Se você identificar um visitante, compartilhe sua bíblia com alguém.
Vamos ver a primeira referência na Primeira carta aos Coríntios, capítulo 4. Hoje o tema se divide em A, B e C. São três aspectos importantes. Porém, antes de entrar na parte A, há um verso de introdução, para que você possa entrar direto no tema. Primeira carta aos Coríntios, capítulo 4, verso 5, me digam: - ABA PAI -, quando tiverem encontrado. Não escutei muitos, sim, isso, isso. Diz o versículo 5, "Assim que, não julgueis nada…" Quando? "…antes de tempo, até que venha o Senhor, o qual, aclarará também o oculto das trevas…" Aclarará o quê? "…o oculto das trevas e manifestará as intenções dos corações; e então cada um receberá seu louvor, seu louvor de Deus.” A alguns dias atrás, estávamos tratando sobre o tema "A Segunda Vinda do Senhor", e quando falamos da segunda vinda do Senhor, nosso apóstolo nos aclarava de que essa segunda vinda se divide em várias fases, em várias etapas. Pois então, a primeira etapa que identificamos é que na segunda vinda de Cristo, iria ser tocada uma trombeta, "porque se tocará a trombeta", e essa trombeta era a última trombeta. Diga: A ÚLTIMA TROMBETA. Essa trombeta, o apóstolo nos esclarecia, que é uma mensagem, não é uma trombeta grande que apareceria nos céus e com um anjo assim, grande, com duas asas e tocava um trombone assim, bem grande. Não. Uma mensagem, porém, essa mensagem que viria com a primeira fase da vinda do Senhor, viria aclarar o oculto de quê?
Agora, essa mensagem, essa voz de arcanjo, essa trombeta de Deus, viria com uma informação similar a que Paulo escreveu. Então, descobrimos que por dois mil anos, ninguém havia tocado o que Paulo escreveu, porém, depois de 1986, quando o Senhor chama a nosso apóstolo, ele começa a tocar essa trombeta, essa mensagem. E a maneira de você descobrir que esse ministério está tocando e que nosso apóstolo está tocando a última trombeta, é comparar. Este ministério está falando o mesmo que Paulo falou? Se Paulo disse que "o diabo foi destruído", o que diz este ministério? Que foi destruído. Se Paulo disse, escreveu, que "o pecado foi aniquilado", o que diz este ministério? Se Paulo dizia que você é "abençoado", como dizemos agora? Que estamos abençoados. Então, estamos ouvindo a última trombeta. Você está ouvindo a última trombeta. Quer dizer que estamos participando da primeira fase da segunda vinda do Senhor, e essa trombeta, iria tornar conhecido, o oculto das trevas. O que é que este ministério está fazendo? Revelando o oculto das trevas. Este ministério te fala coisas que você nunca ouviu. Por isso, há pessoas que se amedrontam, há pessoas que às vezes se confundem e têm muitas perguntas. E é normal, porque este ministério te fala mistérios. Paulo disse: "Tenhamos os homens por administradores dos mistérios de Deus". Pois hoje vamos "aclarar", outra treva, vamos aclarar outro mistério que está aqui no evangelho e é aí que queremos entrar agora, nesta parte.
Vamos entrar na Parte A, se intitula, "O deus deste século". Vamos a Segunda carta aos Coríntios, estou certo que você nunca ouviu o que vamos te dizer nesta noite, porém, recebo que você tem a mente de Cristo ativada para entender estes mistérios. Assim é; capítulo 4 verso 3. Segunda carta aos Coríntios, 4:3, diz assim: "Porém, se nosso evangelho está ainda encoberto, entre os que se perdem está encoberto …" Verso 4, "nos quais o deus deste século…" Diga: O DEUS DESTE SÉCULO. "…o deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos, para que não lhes resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus." Veja que Paulo aqui, fala de um personagem, e que esse personagem, "cegou o entendimento". E quando você lê isso assim, passa por cima, a resposta rápida que se dá, é: - Ah! O pastor está falando do diabo. O diabo cega o entendimento das pessoas para que não entendam a verdade de Deus -. Esse é um bom pensamento, porém não está de acordo com o evangelho. Por quê não está falando do diabo? Porque segundo Hebreus 2:14, o que aconteceu com o diabo? Foi destruído. Então, está falando de um personagem que tem a particularidade, a função de cegar o entendimento. Diga: CEGAR O ENTENDIMENTO.
E ali diz: "…o deus deste século…" Diga: ESTE SÉCULO. Veja, atente bem aqui, eu quero a tua atenção, porque este é um mistério muito importante. Paulo, no evangelho, menciona dois conceitos: "este século", porém também te diz que há "um século vindouro". Diga: ESTE SÉCULO, diga: O SÉCULO VINDOURO. Então, ele divide isso: ESTE SÉCULO, antes da cruz e quando está falando do SÉCULO VINDOURO, se refere a depois da cruz.
Veja a referência em Efésios, capítulo 1; carta de Paulo aos Efésios, capítulo 1, versículo 21. Diz: "Sobre todo principado e autoridade e poder e senhorio, e sobre todo nome que se nomeia, não só neste século, senão também…" Quê? Vê como dá nome, "este século" e dá nome também a "o século vindouro ". Diga: ESTE SÉCULO, diga: O SÉCULO VINDOURO. Agora, veja, olhe o interessante, Paulo, ainda que ele tenha vivido depois da cruz, em seus escritos, às vezes se identifica como se ainda estivesse neste século e não no século vindouro. Há várias referências que queremos tocar, nas quais você vai ver como Paulo, e dirá: - Mas, como foi que Paulo disse isso? -. Se ele já estava no século vindouro. E ele se atreveu a dizer o que vamos ler, por causa da condição doutrinal da igreja daquele tempo. Porque ainda que Jesus Cristo tivesse aniquilado o pecado, eles ainda pensavam que havia pecado; porque ainda que Jesus Cristo já nos tivesse reconciliado, os apóstolos falavam de quê? De arrependimento; porque ainda que Jesus Cristo já tivesse feito você perfeito com uma só oferta, para eles, o crente não estava perfeito. Então, Paulo em algumas ocasiões, se identifica como se ainda estivesse neste século.
Veja a primeira referência, em Segunda carta aos Coríntios, voltemos a Segunda carta aos Coríntios, capítulo 3, verso 11. Vamos tratar dos exemplos com os quais vamos evidenciar isto. Diz o verso 11: "Porque se o que…" Pereceu? "… o que perece teve glória, muito mais glorioso será o que …" Agora, Paulo está falando dos dois pactos e diz: "o que perece". Mas, por quê Paulo não disse "o que pereceu"? Porque a lei já havia sido aniquilada: "O fim da lei foi Cristo”. Então, Paulo falava com os coríntios assim, porque para os crentes daquela época, para os crentes judaizantes, para eles não havia perecido. Então, ele lhes disse: - Olhe, o que perece teve -, teve glória, está falando de uma condição doutrinal daquela época.
Veja a outra referência em Hebreus, capítulo 8; eu recebo que você está anotando todas estas citações, amém? Para que você veja a evidência do que estamos falando. Hebreus, capítulo 8, veja o verso 13; carta de Paulo aos Hebreus 8:13. Estamos aí? Diz: "Ao dizer: Novo pacto deu por velho ao primeiro; e o que se dá por velho e envelhece, desapareceu?…" HELLO! Viu como Paulo..., Paulo tinha que falar assim porque para eles Moisés estava de pé. Para os crentes daquela época, Moisés ainda estava de pé. Cristo veio, porém, ainda continuavam circuncidando. Cristo veio, porém ainda achavam necessário guardar o sábado, assim como está o sistema religioso de hoje. – Passem a frente os que estão em pecado -. Isso foi antes da cruz, depois da cruz, nós estamos “mortos ao pecado”, e nenhum crente pode ser encontrado em pecado. Então Paulo viu a condição dos hebreus e disse: - Olhem, “está próximo a desaparecer”, porque vocês..., Ainda que ele tenha aniquilado... -. Paulo mencionou ali, em um capítulo anterior disse, que o Senhor veio aniquilar o primeiro para estabelecer o quê? O último. Ele tirou o primeiro, o primeiro pacto, porém eles ainda não haviam tirado. Então, é por isso que às vezes Paulo se refere como se ainda vivesse neste século. Quantos estão me entendendo?
- Pastor, e nós não estamos neste século? -. Você não está colocado aqui, para estar neste século, o que está proposto para você é desfrutar os poderes do século vindouro. Por isso Paulo, em várias ocasiões, dizia aos crentes: - Vejam, não se conformem a este século, senão, transformem-se por meio da renovação do seu entendimento -. Não se conformem a quê? A “este século”, não vivam antes da cruz. Em outra ocasião, disse-lhes: - Olhem, o Senhor veio e nos livrou do presente século mau -. Qual é o século mau? O antes da cruz, o mosaico, a lei. Por isso, Paulo, veja, quando perseguiam a Paulo, ali no livro dos Atos, diz que perseguiam a Paulo porque ele ensinava aos crentes a apostatar de quem? De Moisés. Para que servissem a Deus contra a lei. Porque Moisés era, Moisés era o máximo, e até hoje em dia, Moisés continua sendo o máximo para muitos. HELLO! Diga: ESTE SÉCULO. Por isso, essa informação de “antes da cruz”, que é a lei, Moisés, esse pacto mosaico de circuncisão, você tem que ser livrado disso, desse presente século o quê? Século mau. Você está aqui para andar nos poderes do século vindouro. Diga: EU ME DECLARO NO SÉCULO VINDOURO.
Essa era a luta de Paulo e até os dias de hoje, se você perguntar a um judeu, - para você, quem é Moisés? -. – Moisés? Rapaz, Moisés é o máximo --. Moisés, não vá falar mal de Moisés, porque ele é um deus para eles. HELLO! Não precisamos ir muito longe. Pergunte a um crente de hoje em dia, aqui mesmo no país onde você está, pergunte a alguém: - Para você, quem é Moisés? -. – Moisés, rapaz, a santa lei de Moisés -. Isso é um respeito, uma coisa incrível, porque Moisés tem sido como um deus para eles. HELLO! Eu me lembro que no sistema, eu cantava uma canção, a canção de Moisés. Você se recorda disso? “Moisés cantou assim esse cântico...”. Você se lembra? E um canta e outro marcha como Moisés marchava, porque Moisés, rapaz, era assim, o deus deste século. HELLO! Então, Paulo identifica e eu quero repassar isto, Paulo identifica o século vindouro, versus este século e diz que o deus deste século, o deus, veja, do evangelho da circuncisão, da lei de Moisés. Quem seria o deus da lei de Moisés? Quem seria o deus nesse pacto? Porque ali está com “d” minúsculo. Que personagem seria? Porque o diabo não foi. HELLO! Alguns já entenderam.
Vamos a Parte B, a parte B vai te aclarando isto, tenha paciência enquanto isto vai se aclarando. A Parte B: "A lei de Moisés, o deus daquele século".Procure Segunda carta aos Coríntios, "A lei de Moisés, o deus daquele século ". Veja como vai se aclarando este mistério, Segunda carta aos Coríntios, capítulo 4, veja somente uma palavra, uma evidência. Vamos ver três evidências da lei, número 1, no verso 4 diz: "Nos quais o deus deste século…" Que diz? "…cegou" O que faz a lei? Te cega, não te permite ver mais além. Diga: CEGOU. Por isso os crentes de hoje em dia, como estão ainda com Moisés, você os vê com: Jeová Jirê, Jeová Rafá e eles querem ser mosaicos. Ainda querem ir à terra, a chamada “Terra Santa”, que Paulo diz que está debaixo de maldição, e gastam milhares de dólares para ir lá, para parecer com Moisés, com esse pacto mosaico, e alguns se vestem como nesse pacto. Porém, isso te cega, não te deixa ver mais além, isso é como um véu. Diga: A LEI CEGA.
Veja a segunda evidência aí mesmo, suba os olhos um pouco ao capítulo 3, verso 14, aí mesmo em Segunda aos Coríntios 3:14. Diz: "Porém, o entendimento deles…" O que aconteceu? "…se embotou; porque até o dia de hoje, quando lêem o antigo …" Quê? Quando lêem o quê? "…o mesmo véu permanece não descoberto, o qual por…" Moisés é tirado? Por quem? "…por Cristo é tirado." Então, o que acontece com uma pessoa que ainda lida com a lei de Moisés? Como está o seu entendimento? Diga: EMBOTADO, NÃO CORTA. Como um machado, quando precisa cortar e já não está afiado, o que faz é ferir, pois o entendimento deles se embotou. Por quê? Porque quando uma pessoa depende desse pacto, que é um pacto com defeitos, um pacto para a carne: não vista isso, não faça, guarde isto, não se penteie, não se enfeite assim como..., Cabelos compridos. Você sabe, todas essas aparências: não coma este alimento, guarde o sábado, não olhe para lá, não vá ao cinema, tudo isso são proibições que saíram de onde? Da lei de Moisés. E alguns querem que você guarde uma parte, outros querem que você guarde outra parte, sem dúvida, uma das cláusulas dessa lei, dizia que o homem que se circuncidava estava obrigado a guardar quanta lei? Toda a lei. Ah, e o que guardava a lei, podia guarda-la toda, porém, se falhasse em um mandamento, se tornava culpado de toda a lei. Seria esse um pacto de maldição?
Então, isso te embota, não te aclara o entendimento, não aclara os olhos do teu entendimento. Por isso uma pessoa, às vezes, passa vinte anos jejuando e orando e repreendendo ao diabo, e faz isso com amor, e assim servindo ao Senhor e seus joelhos já têm até calos, e ele está ali. – Como vai irmão? -. – Aqui, pagando o preço --. – Mas, qual preço? Se o Senhor já pagou o preço? -. – Pois sim, na igreja aonde eu vou, lá dizem que tem que pagar o preço e aqui estou --. E ele está ali, e você se aproxima dele e: - Irmão, como está? -. – Estou aqui com o Cristo da glória e jejuando e isto, porque os dias são maus --. E você lhe diz: - Você sabia que você é um abençoado, um predestinado? -. Ele se assusta, porque o seu entendimento está como? Embotado. Você lhe diz: - Você não sabe que você é um tesouro em vaso de barro? -. – O que é isso? --. – Você sabia que Deus te predestinou e te escolheu antes da fundação do mundo? -. – O que é isso? --. Porque o que ele sabe é pagar o preço, o que ele sabe é gritar, jejuar, sapatear. “O entendimento deles se embotou e até o dia de hoje, quando lêem têm o quê? Um véu”. Diga: UM VÉU. Têm um véu. Eu dou graças a Deus porque tiraram o meu véu. Quantos dão graças ao Senhor? Diga: EU ESTOU SEM VÉU, COM O ROSTO DESCOBERTO. Você já não serve ao Senhor pela lei de Moisés, você serve ao Senhor com a mente; “Cri por isso, falei”, por isso sirvo ao Senhor com a mente.
Veja outra evidência, Gálatas 3:1. Já vimos que essa lei, esse Deus deste século, te cega, te embota o entendimento, veja agora outra consequência, Gálatas 3:1, Gálatas, capítulo 3. Nestes dias me trouxeram um presente, uma família que vive nos Estados Unidos, nos trouxe um presente. Eles souberam que nós somos cristãos e nos trouxeram um livrinho para colorir, para minha filha. E quando abrimos o livro era de Moisés, era Moisés abrindo o Mar Vermelho e você sabe os milagres que aconteceram ali, e isso é o que existe em abundância nas livrarias. Vá lá e experimente encontrar algo de Paulo. HELLO! Agora, procure algo de Moisés. Tem que levar uma maleta bem grande porque há de tudo sobre a lei de Moisés.
Veja o que acontece com uma pessoa que ainda está nessa lei. Ainda adorando, submetendo-se a lei mosaica. Gálatas 3:1, diz: "Oh gálatas insensatos! Quem vos fascinou…" Diga: FASCINOU. Em inglês diz "bewitched", enfeitiçar. "Quem vos enfeitiçou?" Ai Pai! Está falando de algum bruxo? "…quem vos fascinou para não obedecerem a verdade, a vós, ante cujos olhos Jesus Cristo foi já apresentado claramente como…" Quê? Que Cristo Paulo apresentava? Crucificado, da cruz em diante, ressuscitado, agora, os apóstolos de Jesus de Nazaré, que Cristo apresentavam? Ao louro da Galiléia e isso te enfeitiça, isso te hipnotiza. Você não percebe que isso tem uma glória passageira? Mas tem uma glória na qual: - Ah! Eu quero ser como Jesus, eu quero ser como o Nazareno -. E há alguns que deixam até o cabelo crescer e põem sandálias e então: - Eu quero ser como Cristo -, e andam como o Senhor. Por quê? Porque os apóstolos de Jesus de Nazaré os enfeitiçavam, enfeitiçavam a estes crentes. HELLO!
Por exemplo, João lhes dizia, vejam, João lhes dizia: - Se alguém diz que permanece nele, deve andar como ele andou -. Se você se põe a andar como ele andou, você vai ter que se meter a depender do pacto da lei, sob maldição. Então, Pedro te diz: - O Senhor nos deu exemplo, para que sigamos as suas pisadas -. Porém, essas pisadas são de um judeu e você não é judeu. Ou há algum judeu aqui? Então, por isso Paulo te diz: - Veja, para que sejais de outro -, de qual? Do que ressuscitou. Diga: EU SOU DO QUE RESSUSCITOU. Porém, se você ainda quiser imitar ao louro da Galiléia, vão te enfeitiçar, vão te cegar o entendimento e assim, continuam em maldição, porque os que dependem das obras da lei, estão como? Sob maldição.
Então, o apóstolo nos aclara que essa lei mosaica, sob a qual Jesus Cristo quando veio e tomou corpo, HELLO! Ele não tirou essa lei, ele veio e se fez servo de quê? Da circuncisão. E guardou o sábado e jejuou, e lavou as mãos, e se batizou e comeu a páscoa, um perfeito judeu. Submeteu-se a lei de quem? De Moisés; ao deus de quê? Desse século, desse século passado. Porém, uma vez que ele tenha se submetido a essa lei e a cumprido cabalmente, diz: na cruz do Calvário seu sangue era um sangue do novo pacto. Diga: NOVO PACTO. Diz Paulo que: “ele nos abriu o novo e vivo caminho através do véu, isto é, de quê? De sua carne”. O véu se rasgou. Jesus Cristo já não é o louro da Galiléia, ele é Rei dos reis e Senhor de senhores, ele Ressuscitou e a orientação é que você viva no Ressuscitado. (Aplausos).
Então, essa lei, esse deus deste século: Número 1, te cega o entendimento; Número 2, te embota o entendimento e como se não bastasse, te enfeitiça, te fascina. Você gostaria de andar assim? Há crentes que ficam fascinados com isso? – Ah, é que isso me fascina. Pastor veja, quando vejo esses filmes de Jesus ali assim com aquele olhar, dizendo: “Mulher, você tem pouca fé”, e quando caminhou sobre a água -. Ah, isso te fascina, isso te enfeitiça, isso te faz até chorar. Há pessoas que até pegam uma cruz e a levam. Você sabe, que há pessoas que pegam uma cruz e dizem: - Não, eu serei como ele -. Nos Estados Unidos há um que tem uma cruz, e perdoem-me se sou repetitivo nisto, e ele tem uma cruz e vai por todo os Estados Unidos caminhando, naturalmente, ele pôs umas rodinhas atrás, porque está nos Estados Unidos, porém, isso enfeitiça. Diga: ISSO ENFEITIÇA. Diga: O DEUS DESTE SÉCULO ENFEITIÇOU, FASCINOU, ENDURECEU O ENTENDIMENTO. Dê graças a Deus porque o teu entendimento está aclarado, que você tenha a mente de Cristo; você conheceu a verdade e a verdade te fez livre. Agora, o problema, veja, voltamos ao tempo de Paulo, o problema é que isso não ficou assim. Igreja, o problema não ficou lá nos tempos de Paulo, isso não acabou em Paulo. Não, não, não. Esse deus desse século teve um sucessor. HELLO! Esse deusado de Moisés teve um sucessor. Você quer vê-lo?
Vamos à terceira parte, se chama: Pedro, sucessor do deusado de Moisés. HELLO! Ai Pai! Veja, Gálatas 2:7. Você está pensando ah? Que bom que você esteja pensando! Gálatas, capítulo 2, versículo 7. Por isso, isto aqui é um Centro Educativo, aqui você vem para pensar e às vezes sai até fumaça. Você diz: - Pastor, como é isso de o deus deste século? -. Porém, veja a evidencia, Gálatas 2:7 diz: "Antes, pelo contrário, como viram que me havia sido encomendado, este é Paulo falando, me havia sido encomendado o evangelho da incircuncisão, como a Pedro o da circuncisão …" Diga: CIRCUNCISÃO. Quem ficou encarregado do evangelho da circuncisão? Pedro. Um evangelho para a carne, um evangelho para abluções, lavamentos, santa ceia, usar água, impor mãos; tudo isso é circuncisão, tem a ver com o teu corpo. A Paulo foi dado um evangelho que é o da in – circuncisão, que tem a ver com o teu espírito. Diga: MEU ESPÍRITO. No qual Paulo te fala que você é cidadão do reino dos céus, que você foi escolhido desde antes da fundação do mundo, que você é um tesouro em um vaso de barro. Então, Paulo te fala esses mistérios, mas a Pedro, se encomendou outra coisa. Parece que o Senhor em seu decreto disse: - O de Moisés não se acaba, eu preciso de um representante legal de Moisés -. E adivinhe a quem escolheram? Ao apóstolo Pedro.
Então, Pedro continuou o deusado de quem? De Moisés. E por isso, hoje em dia, Pedro, quando Paulo enfrentou Pedro aí mesmo em Gálatas, se você ler no versículo 11, leia para referência. Diz: "Porém, quando Pedro veio a Antioquia, lhe resisti cara a cara, porque era de …" Quê? Como estava Pedro? De condenar, porque estava obrigando os gentios a judaizar, a guardar a lei de quem? De Moisés. E Paulo ensinava a apostatar da lei de quem? De Moisés. Igreja. Igreja, uma pergunta. Não é isso por acaso que estamos vendo hoje no mundo? Um sistema religioso que diz: - Pedro. Ai pastor! Como é que você se atreve a falar assim de Pedro? Pedro foi o primeiro papa e Pedro foi aquele que andou sobre as águas, e Pedro com a sua sombra, curava os enfermos -. Pedro estava de condenar, não estava andando corretamente, conforme a verdade do evangelho e você leia em sua casa o capítulo 2, do verso 11 em diante. Eles simulavam, estavam em hipocrisia, então, Pedro gostava de comer com os gentios, porque havia boa comida, havia costeletas de porco, sabe? E ele comia ali. Porém, quando vinham os de sua equipe, os da circuncisão, Tiago e companhia, diz que ele imediatamente... - Deus te abençoe. Eu, eu não, eu não estava comendo. Eu passei por ali para repreendê-los -. Repreendê-los? Em sua simulação, diga: SIMULAÇÃO, em sua hipocrisia, porque esse é o sistema religioso.
Pedro representa um sistema pedrino, um sistema que ainda está falando. Pedro, olhe, Pedro em sua primeira pregação, depois que Jesus Cristo ressuscitou, qual foi a sua mensagem? - Arrependam-se e passem a frente e sejam batizados para perdão de pecados -. O quê? Acaso, na cruz do Calvário, ele não aniquilou o pecado? Acaso o sangue de nosso Senhor Jesus Cristo não nos limpou e santificou com uma só oferta? Acaso não fomos batizados em sua morte? Porém, é que a Pedro, não se encomendou esse evangelho, a Pedro, se encomendou a circuncisão. Diga: CIRCUNCISÃO.
- Pastor, e o que era circuncisão? -. Veja o segundo ponto desse número C: Tito, capítulo 1. Estamos indo rápido demais ou assim está bom? Sim? Está bom assim? Isso fica antes de Hebreus, aí está Filemon e logo depois, Tito, depois de Timóteo. Tito, capítulo 1, versículo... Olhe, que você leia o versículo, quero te fazer referência de algo bem interessante. Você sabe que Tito era grego, Tito não era judeu, Tito era grego e então, em uma viagem missionária, parece que Tito se animou e disse: - Paulo, eu gostaria de ir nessa viagem. Quem bom poder ir contigo, o apóstolo da graça! Você me deixa ir? -. – Vamos, vamos rapaz --. E ali em Gálatas 2:1, diz que Tito foi com Paulo, mas o que acontece é que em um momento, Tito se afastou de Paulo e se pôs a falar com Pedro e companhia. – E como vai? -. – Tudo bem estou aqui com Paulo. E vocês? --. – Nós estamos aqui guardando a lei -. – É que Paulo me ensinou que a lei foi aniquilada -. – Sim, mas, isso não é tão fácil, feito por graça, nããão. Cristo morreu, porém, é necessário pagar um preço. Cristo morreu, mas ainda é necessário circuncidar-se; faz por onde que eu te ajudarei --. HELLO! Então, ele disse: - Verdade? -. E ele foi arrastado de tal maneira que em um momento o enfiaram em um quartinho, que era de cirurgia, HELLO! E fuá! Circuncidaram a Tito. E Tito era grego.
Eu fico imaginando Tito quando chegou dessa viagem, a esposa lhe perguntando: - Como foram as coisas naquela viagem? -. E ele disse: - Oh! Se te contar, você não acreditará -. HELLO! Por quê? Porque isso fascina, isso fascina, as pessoas te falam e te dizem: - Como, que é “graça sobre graça”? E como é que pode, que estão perfeitos? Como, que estão mortos ao pecado? Nããão, isso não é como Creciendo en Gracia diz. Veja aqui diz, aqui diz “que aquele que perseverar até o final, este será salvo”-. – Ah, sim? --. – Sim, aqui diz que se você se descuidar, entram em você sete demônios piores -. – Ah, sim --. E se você não está firme nesta palavra, te circuncidam também. HELLO! Diga: NÃO RECEBO, PASTOR, mas isso aconteceu com Tito.
Então, veja a recomendação de Paulo a Tito. Tito, capítulo 1, versículo 10 diz: "Porque há ainda…" Alguns poucos? Quantos? E hoje em dia, quantos há? "… muitos contumazes, faladores de…" Verdades? "…faladores vãos e enganadores, principalmente os da…" Quê? Os da quê? "…aos quais é preciso…"    Dar-lhes o microfone? Convidá-los a pregar? Fazer campanhas evangelísticas? Tapar o quê? "…que transtornam casas inteiras, ensinando por ganância desonesta…" O que convém? E o quê é o que “não convém?”. A circuncisão, isso não convém, isso convinha antes da cruz, o perdão, era conveniente, corrijo, convinha antes da cruz. Depois da cruz, como é que pode convir? Você não vê que na cruz, Colossenses 2:11, Paulo te diz que “ele nos circuncidou com circuncisão não feita por mãos, ao lançar fora de vós o corpo pecaminoso carnal, na circuncisão de Cristo?”. Na cruz, Deus te circuncidou, mas não em um pedacinho de carne, ocorreu uma divisão, uma separação. Então, o que estavam ainda fazendo eles circuncidando? Paulo disse que eram, enganadores, faladores de quê? De coisas vãs.
- Pastor, quer dizer que nós estamos enfrentando um sistema pedrino por todo o mundo? -. Por isso Paulo, falando deste século disse: - Vejam, nossa luta não é contra carne e sangue, nossa luta é contra governadores das trevas deste quê? Ou seja, pessoas que ainda estão na lei, pessoas que não gostam da verdade. Faladores de quê? Essa é a nossa luta. As pessoas quando vêem isso, dizem: - Naves espaciais, demônios, pássaros...-. Não, não, isso não é o demônio. Essas são lutas contra argumentos, contra homens que governam como? Em trevas, aos quais é preciso... Ah, mas a eles são os que mais dão os microfones. Quantas igrejas em teu país seriam capazes de convidar o apóstolo José Luis de Jesus para pregar? Quantos pastores de tua comunidade diriam: - Aí está o apóstolo da graça, falando o evangelho de Paulo? Eu o convido -. Quantos se atrevem a dizer isso? Agora, se Pedro estivesse aqui na cidade, quantos gostariam de convidá-lo? – Oh, Pedro, rapaz, Pedro cura os enfermos, expulsa demônios. Esse homem é um espetáculo, e ele prega para nós, e nos fala do leão que ruge. Rrrrrrrr. E nos fala que vem um tempo em que os elementos arderão e o mundo vai se acabar -. Esses são os pregadores que mais se gosta de ouvir hoje em dia, mas, são pessoas que o deus deste século, o que fez com eles? Cegou o entendimento deles. Por quê convidariam o apóstolo da circuncisão, quando estão orientados a convidar o apóstolo de quê? Da incircuncisão. O apóstolo Paulo, se estivesse nestes tempos não seria bem vindo na igreja. HELLO!
- Pastor! A igreja de Cristo, a igreja que não é judaica, os gentios, e ele é o nosso apóstolo, o que o Senhor chamou no caminho de Damasco, “para que tu sejas servo, testemunha aos gentios” não o convidariam? -. Não. Chamaria a atenção por sua ausência. Qual é o problema deste ministério? Que estamos imitando a quem? A Paulo, isso é tudo. E por quê não nos convidam? Por quê nos chamam “Creciendo en Desgracia” em alguns lugares? Porque têm o quê? Têm o quê? Têm um véu. Cegos guiando... Te dizem: - Olhe, Cristo te ama. Venha, venha que eu te guio, venha, venha, que por aqui há caminho -. Assim estão. Diga: O DEUS DESTE SÉCULO, diga: MOISÉS E SEU SUCESSOR, PEDRO. Isso é o que tem cegado, isso é o que tem endurecido o entendimento, isso é o que faz os crentes que têm vinte, trinta anos, ainda serem meninos. Diga: MENINOS, INEXPERIENTES NESTA PALAVRA. Mas você, abandonou a meninice, você está Creciendo en Gracia, você está reinando em vida, graças a Deus que tirou o teu véu. Agradeça ao Senhor. (Aplausos)
Vamos ver outra evidência de Pedro como sucessor do deusado de Moisés? Segunda carta aos Coríntios, capítulo 3, voltemos a Segunda carta aos Coríntios, capítulo 3. Veja como Paulo classificava aquele pacto, aquele deusado de Moisés, veja como ele o considerava; 3, verso 7. Diz: "E se o ministério de…" Quê? O ministério de quê? – Pastor e de quê ele está falando ali? Dos bruxos? Dos espíritas? -. Não, continue lendo: "… gravado com letras em pedras…"  HELLO! Como isso te soa? Aos dez mandamentos, a lei de Moisés "…foi com glória, tanto que os filhos de Israel não puderam fitar o rosto de Moisés por causa da glória de seu rosto, a qual havia de…" Permanecer para sempre? Havia o quê?  "…perecer." Pereceu? Pereceu, aquilo acabou, teve uma glória, por isso aquele que vive da lei de Moisés tem uma glória que perece. - Não, eu jejuei três dias -. – E o que tem isso? -- . – É que tenho que fazer mais três dias, porque a coisa está difícil. E o quanto você leu? -. – Eu li a bíblia meia hora --. – Ah não, você não está com nada, tem que ler uma hora -. E isso produz uma glória que perece, mas, a glória deste evangelho que é poder de Deus, permanece para sempre. Você não vê que é uma palavra viva e eficaz? Não é um pacto de morte, é um pacto de vida. HELLO! “A palavra de Deus que é viva e eficaz”.
Veja outra característica, Gálatas 3:10. Aí no livro seguinte, Gálatas, capítulo 3, verso 10, diz aí: "Porque…" Alguns? Quantos? E quantos são "todos"? Não é 99%? "…TODOS os que dependem das obras da lei… estão debaixo…" De quê? Estão debaixo de quê? "…debaixo de maldição, pois está escrito: Maldito, não abençoado, Maldito, todo aquele que não permanecer em todas, e volte e sublinhe TODAS, as coisas escritas no livro da lei, para…" Pensar nelas? Na lei como é? "…faze-las."Lá não é pensando, lá você não pode dizer: - Não, estou aqui guardando o sábado, estou aqui guardando a lei -. Não, lá tinha que fazer. – esforça-te, paga o preço, levante às cinco -. – Não posso me levantar às nove? --. – Não, é às cinco. E já guardou, já fez o jejum? -. “MALDITO TODO AQUELE QUE NÃO PERMANECER NAS OBRAS DA LEI PARA FAZÊ-LAS”. Por isso, vemos uma igreja que está, atualmente, em anátema, em maldição, ainda que eles, em posição, o Senhor já os tenha livrado, estão abençoados com todas as bênçãos, suas vidas estão em maldição.
Que maior maldição pode ser uma pessoa pensar que em um descuido um demônio pode entrar nela? Será isso uma benção? Olhe irmão, isso é a grande tribulação, essa sim é a grande tribulação. Estar na lei? Rapaz. Ah, e pensar que se você vem, te expulsam um demônio e se você se descuidar, entram sete, não mais iguais àquele, e sim, piores do que aquele. Que maldição pior pode haver, pensar que o Senhor fez uma parte e você tem que fazer outra? Isso é ter por imundo o sangue de Cristo, isso é fazer afronta ao Espírito da graça. Por isso, nossos países, ainda que em posição tenham a capacidade de reinar em vida, estão atualmente em maldição: há pobreza, há guerras, há guerrilhas. Por quê? Porque não se tem honrado, ainda estão guardando a lei de quê? De Moisés. Conhecem a Cristo antes da cruz e ali, ele é pedra de tropeço.
Por isso você sabe, igreja, que a criação geme, anelando a manifestação gloriosa dos filhos de Deus que somos você e eu. E como vamos nos manifestar? Falando desta palavra, honrando o que Cristo fez. HELLO! Você se atreve a crer neste pacto? Você se atreve a apostatar de Moisés? Você não se envergonha desta graça? Ou ainda quer guardar a lei para as moscas? Eu recebo que o teu país, a tua cidade, por isso, veja, esse mapa que temos aqui, é declarando que a graça e o apostolado é para obediência à fé em todas as nações da Terra. E assim eu declaro, esta palavra vai ser conhecida em toda a terra. (Aplausos). Esta palavra vai correr, esta palavra está correndo. Eles não têm obedecido à fé, eles têm que obedecer ao quê? Apostatar do deus deles, o deus deste século, apostatar de Moisés, de Pedro e declararem-se debaixo do apostolado da in-circuncisão.
- Pastor, e quando é que vai terminar esse apostolado da circuncisão? Quando será que termina? -. Quero terminar com uma conclusão disto. Segunda carta aos Tessalonicenses. Mas, os filhos de Deus estão se manifestando, diga: EU ESTOU ME MANIFESTANDO, ESTOU FALANDO ESTA PALAVRA. E vamos continuar falando no rádio, na televisão, na imprensa, nos jornais, em revistas. Já estamos em três idiomas, um dia terão que traduzir o apóstolo em quinze idiomas, vinte idiomas e direto e então, a Terra não verá o fim do mundo, não. Esses juízos são uma fábula. O que vamos ver é o governo de Deus estabelecido na face da terra. Bem, Paulo disse: “para que todas as nações obedeçam à fé”, e isso virá. Diga: ISSO VEM.
Segunda carta aos Tessalonicenses e termino com isto; está antes de Timóteo, certo? Capítulo 2, verso 7. Esta parte se intitula como conclusão: Pedro, culpado da pobreza das nações. Veja o versículo 7 diz: "Porque já está em ação, isto era Paulo que dizia, já está em ação o mistério da iniquidade; o mistério que falava de pecado, de iniquidade, só, que há quem ao presente, o…" o quê? "…o detenha, até que ele, um personagem, até que ele, a sua vez, seja…" Quê? "…tirado do meio." Olhem para mim um momentinho. Paulo está falando do mistério da iniquidade e diz: - Já está presente. Veja, muitos contumazes, são muitos; a mim, todos me abandonaram, porém, há muitos. Ah, e vão escrever cartas para vocês -. Aí no versículo 3, diz: - Cuidado, porque eles vão escrever cartas para vocês, como se fossem nossas -. E então, está falando de um personagem que era Pedro. O que acontecia era que Paulo estava presente, Paulo era o único que detinha, era como uma comporta. Você tem visto essas represas, onde existem comportas, poderosas, muito grandes. Quando abrem a comporta, a apostasia sai por ali, pois foi isso mesmo que aconteceu. Quando Paulo disse: Olhem, depois de minha partida, depois que eu morrer -, profetizou isso, - vocês serão entregues à escravidão, isto vai se acabar. Entrarão alguns, lobos vorazes, farão mercadoria de vocês -. E o que é que tem acontecido por dois mil anos? Isso mesmo. Tiraram a comporta e a apostasia encheu a terra, porém, isso tem um final. HELLO! Isso vai se acabar, isso se acabou. Diga: ISSO SE ACABOU.
Veja o versículo seguinte, verso 8, "E então se manifestará, que é o que tem acontecido por dois mil anos, se manifestará aquele iníquo, a quem o Senhor matará com o espírito de…" Quê? "…de sua boca, e destruirá com o resplendor de sua vinda…" Olhe um segundinho para cá, veja, “com o espírito de quê? De sua boca”. Qual é o espírito da boca do Senhor? Esta palavra, a graça e o apostolado, isso é o que vai fazer isso terminar, o que já está terminando, o que já terminou, e assim o declaramos, com esse sistema mosaico, que tem enganado, que tem enfeitiçado, que tem fascinado a tua vida. Porém, se acabou. Eu declaro que se acabou, descobrimos a esse iníquo e com o resplendor de sua vinda, “a segunda vinda do Senhor, aclarará o oculto das trevas”, aclarará o oculto das trevas e manifestará as intenções do coração. A última trombeta está tocando, está aclarando o oculto das trevas e está destruindo o sistema mosaico que por séculos tem regido esta terra. E esse se chama o Ministério Creciendo en Gracia e seu Apóstolo, José Luis de Jesus, que está tocando a última trombeta para as nações. (Aplausos).
Diga: O SENHOR MATARÁ COM O ESPÍRITO DE SUA BOCA E O RESPLENDOR DE SUA VINDA. Por isso estamos vendo em todo o mundo como as paredes do sistema mosaico estão rachando e os crentes estão despertando, estão dizendo: - Já chega, já se acabou -. Veja, aqui fazem contato conosco, no mínimo cem pessoas por semana, no mínimo cem pessoas. Por causa da televisão, nos chamam: - Olhem, estou cansado disso, eu sabia que era por graça. Eu sabia que um pouquinho de fermento leveda toda a massa; ou é por graça, ou é por graça -, e a igreja está despertando porque a última trombeta está sendo tocada.
Neste dia eu te declaro reinando em vida, eu te declaro iluminado com os olhos do teu entendimento, livre da lei de Moisés. Vamos estar de pé. Diga a quem está a seu lado: DESCOBRI AO DEUS DESTE SÉCULO E A SEU SUCESSOR, PORÉM, JÁ ESTÃO DESTRUÍDOS COM O RESPLENDOR DE SUA VINDA. Eu te declaro abençoado com todas as bênçãos.
publicado por brasileiro às 12:25
sinto-me:
Quinta-feira, 26 DE Julho DE 2007

QUEM É ESTE HOMEM?

publicado por brasileiro às 12:06
sinto-me:
Quarta-feira, 25 DE Julho DE 2007

DOS MINISTERIOS

¿Sabía usted que Dios dio un ministerio de condenación antes de la cruz y otro de justificación después de la cruz? Así lo establece el evangelio(II Cor. 3:9).  La ley fue el pacto que Dios dio paracondenación, sin embargo en la cruz estableció un pacto sobre mejores promesas y por él estamos en Cristo Jesús, el cual nos ha sido hecho por Dios, sabiduría, santificación, justificacióny redención;  (I Cor. 1:30). Todo creyente que nacía antes de la cruz, nacía en condenación, de la misma manera los que nacen después de la cruz nacen en justificación.
 En el pacto de justificación Dios manifiesta madurez a los que por el uso ejercitan los sentidos en el discernimiento del bien y del mal     (Heb. 5:14)y esto se alcanza a través de la gracia, del alimento sólido, el cual le permite entender su posición en Cristo: bendecido, completo, perfecto y su condición en carne.  Dios creó todas las cosas tanto lo bueno, como lo malo (Lm 3:37)y esa ciencia es la que Dios nos revela en este pacto.
 Por otra parte, esos dos ministerios tienen fundamentos diferentes, la ley, el pacto de condenación con fundamento de obras muertas,  y la gracia, el pacto de justificación con fundamento en la fe; por ese motivo Pablo invita al creyente a dejar ya los rudimentos de la doctrina de Cristo, no echando otra vez fundamento de obras muertas y así, ir adelante a la perfección(Heb. 6:1).
A través del primer Adán entró el pecado, de la misma manera a través del postrer Adán (Jesucristo), el pecado fue quitado. Todo el sistema religioso fundamenta sus enseñanzas en el ministerio de condenación, el fundamento de obras muertas, el pacto de la circuncisión, dependiendo de la carne e imitando a Jesús de Nazaret, sin embargo para madurar e ir adelante a la perfección, es necesario fundamentar nuestras vidas en el ministerio de la justificación, con fundamento en la fe, bajo el pacto de la incircuncisión, viviendo por el espíritu, dejando los rudimentos de la doctrina de Cristo e imitando a Jesucristo, el resucitado.
ABBA PADRE!!!

 Eres bendecido con toda bendición;Ef. 1:3 y Gá. 3:9.

publicado por brasileiro às 12:03
sinto-me:
Quarta-feira, 25 DE Julho DE 2007

Entrevista a Obispo Samuel Valle( de El Salvador) en canal 12

publicado por brasileiro às 11:58
sinto-me:
Terça-feira, 24 DE Julho DE 2007

UM POEMA PARA JESUS CRISTO HOMEM

AHORA YO YA SÉ                                

                  I                
  Tengo ganas de alabar,
  Porque está en mí la confianza,
  Porque ya no hay que cambiar,
  Lo que en la vida no alcanza.

                 II 
  Solo tengo que servir,
  Con la mente a mi Señor,
  Y así poder yo vivir,
  Con la fe y el amor.

                  III
  Porque tengo en mi mente,
  La palabra de mi Dios,
  Que como toda una fuente,
  Brota libre de mi voz.

                 IV
  Si hay algunos que se dejan,
  Llevar por lo que ellos ven,
  Y de mi aún se quejan,
  Yo sé que todo está bien.

                  V
  Ya no vivo por las obras,
  De un camino que es vano,
  Yo camino en buenas obras,
  Preparadas de antemano.

                 VI
  Ya sentados en lugares,
  En lugares celestiales,
  Ya en la tierra y los mares,
  Están los espirituales.
                      
                 VII
  Este mundo ya vislumbra,
  Lo que tanto ha deseado,
  Que se aparte la penumbra,
  Que a la luz ha ocultado.

                 VIII
  Para ver a toda luz,
  Al que siempre fue anunciado,
  Al que está en De Jesús,
  Quien nos lleva al diosado.

                  IX
  Lo llamamos por su nombre,
  Quien a las ovejas llama,
  Él es Jesucristo hombre,
  A quien su pueblo le ama.

                   X                 
  Aquél que me ha enseñado,
  Cuál es mi identidad,
  Que soy un predestinado,
  Dentro de una humanidad.

                  XI
  Yo camino sin fijarme,
  En el mundo y su queja,
  Ni en la queja de mi carne,
  Porque reinar no te deja.

                  XII
  Sobre toda circunstancia,
  La palabra tú retén,
  Porque al cielo no hay distancia,
  Porque todo está bien.

                 XIII
  Ahora yo ya sé,
  Que el tiempo ha llegado,
  De reinar en esta vida,                                          
  Y de ser pronto transformado.      

 

Felipe García
Guatebella

publicado por brasileiro às 13:42
sinto-me:
Segunda-feira, 23 DE Julho DE 2007

Saiba o que são doutrinas de demônios

publicado por brasileiro às 12:36
sinto-me:
Sábado, 21 DE Julho DE 2007

A PRÁTICA DO CELIBATO (1 Tm 4.1-3) É UMA DOUTRINA DE DEMÔNIOS

Justiça nega habeas corpus para padre acusado de pedofilia

.Religioso é acusado de manter relações com menina de 13 anos.
.Ele costumava viajar com adolescentes.
 

Do G1, em São Paulo, com informações da Agência Estado

A Justiça de Minas Gerais negou pedido de habeas corpus para um padre de 35 anos que está preso desde o dia 25 de maio. Ele é acusado de pedofilia em Carmo da Mata (MG) por manter relações sexuais com uma adolescente, de 13 anos, no ano passado.

De acordo com o processo, o religioso costumava viajar com adolescentes e se hospedar em dois hotéis-fazenda de Itapecerica (MG) com crianças entre 13 e 14 anos. Ele dizia que era tio dos adolescentes ou ainda professor de inglês deles, mas os funcionários dos hotéis desconfiaram das atitudes do sacerdote e proibiram que ele se hospedasse nos locais.

O relator do recurso, desembargador Hélcio Valentim, considerou grave os fatos citados no processo e determinou a permanência do padre na prisão.

publicado por brasileiro às 12:04
sinto-me:
Sexta-feira, 20 DE Julho DE 2007

SISTEMA RELIGIOSO GUATEMALTECO PERSEGUE A JESUS CRISTO HOMEM

Seguidores del "anticristo" - Periodico ALDIA - Guatemala PDF Imprimir E-Mail
Tuesday, 17 de July de 2007
Seguidores del "anticristo" - Periodico ALDIA - GuatemalaEl puertorriqueño José Luís de Jesús Miranda, quien se autoproclama "Jesucristo hombre", presidio un culto en San José, lo que tiene indignados a los cristianos, ya que abiertamente ofende a la iglesia.
publicado por brasileiro às 13:08
sinto-me:

pesquisar

 

Julho 2007

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
22
28
29

comentários recentes

Posts mais comentados

blogs SAPO


Universidade de Aveiro