JESUS CRISTO HOMEM

FRUTIFIQUEMOS A DEUS"


Você sabia que para dar FRUTO para Deus tem que ser do Outro, do que ressuscitou, e divorciar-se de Jesus de Nazaré?

É importante deixar os RUDIMENTOS de Jesus de Nazaré para ir à perfeição, o Apóstolo Paulo diz em Hebreus 6: 1 e 2. Já que Cristo pôs fim à lei.

Romanos 7: 4, diz que MORREMOS à lei “mediante o corpo de Cristo”, e esse corpo se chamou Jesus de Nazaré. Ele viveu e nos colocou MORTOS à lei. Agora, (depois da cruz), você NÃO está vivo para a lei, senão morto, isso passou. A lei NÃO o pode acusar, por isso não há NENHUMA condenação.

Temos que ser de OUTRO (do que ressuscitou), não o da carne, afim de que demos FRUTO para Deus, mas Deus NÃO necessita de nossos frutos. A versão mais antiga (a Bíblia do Urso) diz: “...a fim de que frutifiquemos a Deus”. Em outras palavras: A fim de que possamos  “parir” a Deus.  É querer que abunde fruto de Deus em nós, e se manifestem. Porque, se não, damos frutos para a CARNE.  Para frutificar a Deus, temos que divorciar-nos de JESUS de NAZARÉ,  deixando os RUDIMENTOS (batismos, jejuns, línguas…).

Gálatas 4: 19 diz que é importante que Cristo se FORME por dentro de você. Para que Cristo se forme, tem que deixar os rudimentos que ele mesmo praticou antes da CRUZ. Porque, se não os deixa, se FORMA o Cristo “equivocado”; o Cristo judeu. O trabalho de nosso Apóstolo José Luis, Jesus Cristo homem, neste ministério, é formar a CRISTO em nós, para que sirvamos a Deus com a MENTE, e vamos à perfeição. Isso se forma quando congregamos, e quando suportamos as provas.

Segunda aos Corintios 4: 7 diz que nossa verdadeira identidade é um tesouro, que está dentro de um vaso de barro. Agora, Deus quer que você viva no tesouro, NÃO no barro, e para que o tesouro frutifique, você tem que eliminar a atividade religiosa de seu corpo, deixando os rudimentos, e vivendo sem obras.

Há que evitar toda atividade judaico-cristã, como: Batizar, jejuar, santa ceia, retiros, como atualmente o sistema religioso faz. Porque isso o mantém LONGE da perfeição; por isso, Deus estabeleceu um novo pacto, para que você se esqueça disso, e sirva a Deus com a MENTE, porque agora é por FÉ, não pela água. Agora é por FÉ. E esse exercício de morrer a Jesus de Nazaré, vai fazer com que o tesouro que está em você, saia.

O  propósito deste ministério é que NÃO vivamos nós, senão que Cristo viva em nós. Entendendo que Deus não necessita de nossas obras, porque ele já pagou o preço. Renda-se…

  Apreciado irmão: O declaramos iluminado, entendendo que somos do Outro (o Ressuscitado), dando frutos dele, e divorciados de Jesus de Nazaré.



publicado por brasileiro às 11:44
sinto-me: